Agro pede fim da concentração bancária para reduzir custos de produção

maquina lavoura df 10 3 19 elio rizzo
Andaterra: Monopólio no setor financeiro eleva custos de produção – Elio Rizzo/AGROemDIA

A redução dos custos de produção agrícola no Brasil passa, entre outras medidas, pelo fim da concentração do sistema financeiro, hoje dominado por poucos bancos, avaliam lideranças do agronegócio. Para elas, a equipe econômica do governo Bolsonaro, defensora do liberalismo, precisa começar a trabalhar para desregulamentar o sistema financeiro nacional, para que os produtores rurais possam ter maior oferta de crédito com juros mais baixos e condições mais favoráveis de financiamento.

“Se desregulamentar o sistema financeiro nacional, bancos de fora do país poderão nos oferecer crédito em condições muito mais favoráveis”, diz Jeferson Rocha, diretor jurídico da Andaterra (Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra). Segundo ele, as lideranças rurais ligadas à Andaterra também defendem uma economia liberal, a exemplo do ministro Paulo Guedes (Economia).

“Queremos que o liberalismo econômico comece pelos custos de produção do agro. Quando se trata de liberalismo, falamos em livre mercado e livre concorrência, incluindo o sistema financeiro. Nosso sistema financeiro é altamente regulamentado e monopolizado”, afirma Jeferson Rocha. A expectativa da Andaterra, enfatiza, é que a equipe de Guedes tome medidas para abrir o sistema financeiro, o que contribuiria para superar a crise provocada pela alta dos custos de produção agrícola.

Jeferson Rocha cita o setor de seguros como exemplo de concentração. “Há meia dúzia de seguradoras no país que operam o seguro rural. Por isso, o nosso seguro é oito, dez por cento sobre o valor do financiamento.”

A observação do diretor da Andaterra sobre concentração no setor financeiro é reforçada por dados divulgados, no ano passado, pelo Banco Central (BC): em 2016, cinco grandes bancos concentravam 82% dos ativos brasileiros.

“Queremos conversar com o ministro Guedes para dizer que aceitamos a retirada das medidas antidumping e de outras que nos asseguram um mínimo de competividade, desde que tenhamos livre concorrência e redução de impostos.  Isso é liberalismo”, assinala Jeferson Rocha.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: