Preço do milho assusta pecuarista: “A cem reais a saca é inviável tratar boi”

Produtor Orivaldo Mello, de MS: Cotações dos grãos elevaram muito os custos de produção da pecuária – Foto: Arquivo pessoal

Da redação AGROemDIA

Embora a cotação da arroba do boi gordo supere R$ 300, pecuaristas estão preocupados com a alta do milho, cuja saca passou de R$ 100 na semana passada, no Paraná. O valor do cereal, aliado ao da soja, acima de R$ 175, tem impacto direto nos custos de produção de pecuária de corte. “A cem reais a saca de milho fica inviável tratar boi”, diz o pecuarista Orivaldo Mello, de Mato Grosso do Sul.

Segundo ele, o preço do diesel igualmente tem elevado os custos de produção de pecuária. A soma dos gastos com combustível e grãos para alimentação animal torna a atividade menos rentável, embora as exportações de carne bovina sigam em alta.

“O momento é bom para o produtor de grãos, mas exige cautela dos pecuaristas e dos criadores de suíno e de aves. Como a gente não sabe qual será a cotação da arroba do boi nos próximos meses, é preciso ficar atento”, assinala Orivaldo.

Dono de um rebanho de cerca de mil cabeças em Campo Grande, o pecuarista enfatiza que a alta dos preços dos grãos também aumenta os custos do confinamento dos animais, na fase de terminação.

De acordo com ele, os atuais preços do milho e da soja se refletem até na criação a pasto dos animais, exigindo mais comedimento dos pecuaristas.

Ainda conforme Orivaldo, o clima também não está ajudando a pecuária na região de Campo Grande. “Nunca vi um ano tão seco. Nunca tinha visto isso na minha região. Chove pouco desde janeiro. A chuva está pouca, e o capim, seco.”

*Copyright © 2018, EMS4. Todos os direitos reservados. Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a prévia autorização do AGROemDIA

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

2 comentários em “Preço do milho assusta pecuarista: “A cem reais a saca é inviável tratar boi”

  • 10 de maio de 2021 em 22:23
    Permalink

    Mas era só tirar a Dilma que o Brasil ficava uma maravilha, não ficou,credo…kkkkk.

    Resposta
    • 11 de maio de 2021 em 18:55
      Permalink

      Quais os outros produtos que podem substituir o milho. Aonde tá a produção de sorgo,milheto e etc….

      Resposta

Deixe uma resposta para Haroldo Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: