Ritmo de negócios do algodão diminui; preço se estabiliza

algodao colheita odilon silva embrapa 22 1 2020
Foto: Odilon da Silva/Embrapa

Parte dos agentes que já havia retornado ao mercado de algodão em pluma voltou a se retrair nos últimos dias. Segundo colaboradores do Cepea, os negócios têm sido limitados pela “queda de braço” quanto aos preços, visto que muitos lotes disponibilizados seguem apresentando ao menos uma característica.

Com necessidade de reposição, compradores precisam ceder quanto à qualidade, enquanto os que necssitam de qualidade superior pagam valores maiores pela pluma. Em meio à disparidade de preços entre agentes, prevaleceu a posição firme de vendedores.

Assim, entre 14 e 21 de janeiro, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, permaneceu praticamente estável (+0,03%), fechando a R$ 2,7048/lp nessa terça-feira 21. Na parcial de janeiro (até o dia 21), o Indicador acumula alta de 0,59%.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta