Preços do suíno vivo têm movimentos distintos entre regiões

Foto: Nelson Mores/Embrapa

Os preços do suíno vivo comercializado no mercado independente têm apresentado movimentos distintos entre as regiões acompanhadas pelo Cepea nos últimos dias, influenciados por diferentes condições de oferta e de demanda.

Nas praças de Minas Gerais, os negócios seguiram o acordo da bolsa local, e os preços se mantiveram estáveis. Já em São Paulo e em Santa Catarina, vendedores conseguiram leves reajustes positivos no preço, conforme a procura por animais para abate se aqueceu.  Nas praças do Paraná, colaboradores relataram lentidão nas vendas e consequente quedas nos preços.

Quanto às exportações de carne suína em setembro, somaram 110,9 mil toneladas, segundo dados da Secex. Além de recorde, o volume embarcado no último mês foi 23,4% maior que o de agosto e 29,8% acima do de setembro de 2020.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: