Preços da soja recuam no Brasil, diz Cepea

Foto: Madson Maranhão/Gov. TO/Divulgação

Os prêmios de exportação e os valores do complexo soja recuaram no mercado doméstico nos últimos dias, segundo o Cepea. A pressão veio da desvalorização do dólar frente ao real, da proximidade da finalização da colheita em importantes áreas do Brasil, do início da colheita na Argentina e das expectativas de aumento de área da oleaginosa nos Estados Unidos.

Entre 18 e 25 de março, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá (PR) recuou significativos 4,3%, a R$ 193,27/saca de 60 kg na sexta. O Indicador CEPEA/ESALQ – Paraná registrou baixa de 4% no mesmo comparativo, indo para R$ 189,54/sc de 60 kg no dia 25.

Farelo de soja

Os preços do derivado também recuaram nos últimos dias. Além de ser influenciado pela desvalorização do grão, grande parte dos consumidores se abasteceu de curto a médio prazo e não sinalizou necessidade de negociar grandes volumes no mercado spot.

Óleo de soja

A liquidez está baixa. A disparidade entre os valores de compradores e vendedores é alta, uma vez que parte das indústrias ainda não repassou a queda do grão para o derivado, com pedidas acima da paridade de exportação.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: