Presidente da Ibá promove indústria de árvores plantadas do Brasil em viagem à China

iba 22
Elizabeth de Carvalhaes (no destaque) em reunião no Brics – Divulgação

A indústria da madeira e seus múltiplos usos representam uma alternativa vigorosa para o crescimento econômico, disse a presidente executiva da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), Elizabeth de Carvalhaes, em recente encontro com empresários na cidade de Xiamen, na China. O Brasil, ressaltou ela, tem enorme potencial no setor de árvores plantadas, do campo à indústria.

De acordo com a executiva da Ibá, a forte inter-relação entre os mercados, somado ao crescimento da população mundial, coloca o Brasil em posição de destaque global, principalmente em razão dos produtos oriundos da madeira e da avançada tecnologia de suas florestas plantadas.

Isso – assinalou Elizabeth de Carvalhaes – fortalece o conceito da economia azul de forma inclusiva, uma vez que transfere tecnologia à cadeia produtiva, incentivando a produção sustentável.

A presidente executiva da Ibá acrescentou que o pagamento por serviços ambientais e a estruturação de um mercado de carbono também poderão auxiliar na capacitação financeira necessária para a mudança do sistema global para uma forma de produção que valorize a eficiência, o empreendedorismo, os recursos disponíveis e a inclusão total da população.

Elizabeth de Carvalhaes fez essas considerações durante a Blue Economy – sistema que defende mudanças estruturais na economia, transformando problemas em oportunidades, com foco no baixo custo e na disponibilidade para todos. O sistema foca ainda as possibilidades de negócios em águas e oceanos, abrangendo exportação e escoamento da produção.

No evento, que ocorreu paralelamente à 9ª Cúpula dos Brics – bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – e ao Fórum Empresarial dos Brics 2017, de 3 a 5 deste mês, a presidente da Ibá manteve não só contatos com empresários, mas também com executivos de fundos de investimentos de diferentes áreas de atuação.

O objetivo das reuniões de Elizabeth de Carvalhaes com representantes do setor privado dos cinco países do bloco é ampliar das relações econômicas e comerciais, fomentar o fluxo de investimentos e o número de negócios entre esses mercados.

Criada em 2014, a Ibá representa 55 empresas e nove entidades estaduais de produtos originários do cultivo de árvores plantadas.

Da redação

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: