Projeto de agricultura orgânica urbana reúne pessoas com deficiência no DF

a projeto inclusao
Rômulo Serpa/Sead

Com cinco mil metros quadrados, a Girassol é considerada a maior horta urbana do Distrito Federal. Ela fica em São Sebastião, região administrativa a cerca de 20 quilômetros do Plano Piloto de Brasília. É neste espaço que é desenvolvida uma iniciativa pioneira no Brasil: o Projeto Horta Orgânica de Inclusão Social e Cidadania. O objetivo é mostrar a alunos com deficiência e seus acompanhantes a importância da alimentação saudável e dos cuidados com o meio ambiente.

“Um dos nossos propósitos é incluir as pessoas com deficiência na sociedade por meio da geração de emprego e renda. E, com a produção, remunerar o trabalho delas e estimular o engajamento e a viabilidade econômica de cada uma”, diz Francisco Djalma de Oliveira, diretor da Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência do Banco do Brasil (Apabb).

Fruto de parceria da Apabb com a comunidade, com o Instituto Cooperforte e com o Instituto Federal de Brasília (IFB) Campus São Sebastião, o projeto nasceu em janeiro deste ano. Criada para incentivar a participação de pessoas com necessidades especiais na produção e comercialização da agricultura em uma área urbana, a iniciativa oferece formação inicial e continuada, com direito a certificado de conclusão.

O curso do Projeto Horta Orgânica de Inclusão Social e Cidadania foi dividido em quatro módulos. O primeiro é sobre direitos e cidadania; o segundo, sobre sustentabilidade e meio ambiente; o terceiro, sobre empreendedorismo; e o quatro, sobre produção orgânica e agroecológica.

Cestas orgânicas

Os integrantes produzem e montam cestas semanais com produtos orgânicos para vender. O dinheiro de cada venda é dividido entre os alunos e também utilizado para a manutenção do local. São quatro cestas por mês por R$ 110.

a horta girassol
Divulgação/Cooperforte

Quem morar no DF e estiver interessado, pode encomendar a cesta com os seguintes itens orgânicos: abobrinha, alface, temperos, salsa, cebolinha, erva para chá, alecrim, erva-doce, beterraba, manjericão, açafrão, entre outros. Os pedidos devem ser feitos pelos números: (61) 3102-9984 – 98161-4596 – 98161-9379.

Segundo o professor de química do IFB, Robson Caldas de Oliveira, o projeto é bom para todos, inclusive para capacitar os professores. “Eles estão aprendendo a conviver com o público, como ensinar e apoiar o desenvolvimento desses estudantes.”

A meta, segundo Caldas de Oliveira, é aumentar a oferta de vagas no curso e garantir a continuidade do projeto nos próximos anos. Desde sua criação, a Horta Girassol tem a orientação da Emater-DF.

Aulas teóricas e práticas

Os 15 alunos e acompanhantes atendidos recebem aulas teóricas e práticas duas vezes por semana, em contraturnos escolares. Uma das integrantes é a estudante de Letras Elaine de Sousa Ribeiro, 23 anos. A jovem está no projeto desde o início e já colocou em prática o que aprendeu.

Na Horta Girassol, Elaine já produziu rabanete, jiló, tomates e couve, entre outros. Levou os alimentos para casa e os preparou para o consumo familiar. “Acredito em uma alimentação saudável. No mercado tem muito agrotóxico e isso afeta a nossa qualidade de vida. E ainda sinto uma paz cultivando”, diz.

Da redação, com Sead

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: