Aprosoja critica aprovação da MP da tabela do frete pela Câmara

aprosoja arte
Imagem: Aprosoja Brasil

A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) anunciou, no fim da tarde desta quarta-feira (11), vai usar todos os recursos possíveis, nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para reverter a regra que instituiu o tabelamento do preço do frete para o transporte rodoviário de cargas.

Em nova divulgada pouco depois da proposta ter sido aprovada pela Câmara dos Deputados, a Aprosoja Brasil criticou a rapidez com que a MP 832/2018 foi aprovada no plenário da Casa, nesta quarta (11).

A entidade também lamentou “a falta de um debate mais profundo, tendo em vista os impactos que a medida vai causar em toda a economia brasileira”.

Representante de praticamente 100% da área plantada de soja no país, a Aprosoja Brasil alertou ainda que “o frete mínimo vai encarecer o custo de produção agrícola e inviabilizar a comercialização de muitos produtores, além de aumentar o custo para o transporte dos produtos da cesta básica e provocar alta da inflação”.

Para a entidade, a MP contraria a lei da oferta e da demanda, vai desregular o livre mercado e provocar um efeito cascata nos preços de todos os produtos que dependem do transporte rodoviário de cargas para chegar aos consumidores. Segundo a associação, se a medida não for revertida, os produtores e consumidores irão “pagar esta conta”.

Da redação, com Aprosoja Brasil

AGROEMDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: agroemdia@gmail.com - (61) 992446832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: