ABPA: Insegurança jurídica sobre tabela de frete tem reflexo no consumidor

caminhoes 27 27 8 ebc
Greve dos caminhoneiros resultou na criação da tabela do frete – Foto: EBC/Arquivo

A insegurança jurídica diante das indefinições em torno da nova tabela de frete gera consequências diretas ao consumidor final, alerta a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Segundo a entidade, o tema do frete mínimo impacta diversos setores da economia, em especial a avicultura e a suinocultura, que contam com categorias próprias de frete dedicado e exclusivo. “Com a nova tabela proposta, o custo logístico apresenta uma elevação média de 35% – chegando próximo de 80% em algumas modalidades, como o transporte de ração”, ressalta nota da entidade.

Neste contexto, acrescenta a ABPA, cria-se invariavelmente uma situação de insegurança jurídica para quem trabalha, frente uma indefinição dos estabelecimentos de custos. Com a tabela em vigor, enfatiza a entidade, a questão é ainda mais grave para o consumidor, pois afeta diretamente o preço dos alimentos.

Adicione-se a este contexto, assinala a ABPA,0 as oscilações de preço do milho e a soja, principais insumos da alimentação das indústrias, que atingiram em agosto elevação média de, respectivamente 53% e 43% com relação ao mesmo mês do ano passado.

Conforme a entidade, com a somatória destes fatores – tabelamento de frete e elevação dos custos de produção –, os impactos nas carnes e outros produtos de aves e de suínos para o consumidor tendem a superar 15%.

Na última semana, o setor anunciou a revisão para baixo das expectativas de produção e exportação de carnes de frango e suína. Se no início de 2018 a expectativa era de crescimento, hoje há estimativa de recuo de 10% a 12% nos embarques de proteína suína, e de 2% a 3% nas exportações de frango.

Ainda de acordo com a ABPA, com custos cada vez mais altos, coloca-se em risco muitas agroindústrias e cooperativas, que empregam centenas de milhares de brasileiros e movimentam a economia nacional e o comércio internacional do País.

“Diante de todos estes fatores, a ABPA considera equivocada a manutenção de uma tabela, sendo necessária a rediscussão do tema, para que os impactos sejam considerados e esclarecidos”, observa a nota da entidade.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta