Projeto que beneficiará 4 mil produtores do Cerrado será lançado dia 3 de abril

cerrado plantio gustavo porpino embrapa
Iniciativa é voltada à conservação e restauração ambiental – Gustavo Porpino/Embrapa

O Projeto Paisagens Rurais será lançado no próximo dia 3 de abril, na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A iniciativa é voltada à conservação e restauração ambiental e promoção de práticas agrícolas de baixa emissão de carbono em bacias selecionadas no Cerrado.

Quatro mil propriedades rurais distribuídas em 54 bacias hidrográficas em oito estados (Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Piauí, São Paulo, Tocantins) e no Distrito Federal receberão capacitação e Assistência Técnica e Gerencial continuada do Senar por 24 meses. O projeto terá duração de seis anos.

O lançamento do projeto terá a participação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, da diretora interina do Banco Mundial no país, Doina Petrescu, e do presidente da CNA, João Martins.

A gestão integrada da paisagem do Cerrado será o foco do projeto, que vai preparar o produtor rural para recuperar e conservar a vegetação de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e Reserva Legal, além de incentivá-lo a adotar tecnologias de baixa emissão de carbono como Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) e Recuperação de Pastagens Degradadas.

Aumento de renda e assistência técnica

“O projeto tem um componente de produção muito forte voltado ao aumento da renda do produtor por meio da assistência técnica e um componente de recuperação ambiental para auxiliá-lo a adequar-se à legislação ambiental, recuperando eventuais passivos na propriedade”, disse o diretor da Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Matheus Ferreira.

Integrante do Plano de Investimento do Brasil, apoiado pelo Programa de Investimento Florestal (FIP por sua sigla em inglês), o Paisagens Rurais é coordenado pelo Serviço Florestal Brasileiro e pelo Ministério da Agricultura, Abastecimento (Mapa). Tem como parceiros a Agência de Cooperação Técnica Alemã – GIZ, o Senar, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), por meio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e a Embrapa. A iniciativa tem apoio do Banco Mundial.

“Com essa parceria entre as entidades, faremos os projetos nas áreas de florestas andarem, tanto as florestas plantadas quanto as nativas. Assim, tanto a agricultura quanto o meio ambiente farão seu trabalho para alcançarmos o desenvolvimento sustentável”, destacou o diretor-geral do SFB, Valdir Collato.

“Nossa expectativa é criar conhecimento e experiência para reproduzi-los a outros parceiros e áreas, principalmente no bioma Cerrado, onde está o grande centro de produção econômica do Brasil e de uma riqueza ambiental inestimável”, afirmou Bernadete Lange, especialista ambiental do Banco Mundial.

Para o diretor da GIZ, Anselm Duchrow, a grande novidade do Paisagens Rurais é justamente trazer exemplos de boas práticas para o Brasil como um todo. “Passaremos pelo Cerrado e depois poderemos fazer esse mesmo exercício em outros biomas.”

SERVIÇO:

Lançamento do Projeto Paisagens Rurais

Data: 3 de abril de 2019

Horário: 11h

Local: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) – SGAN 601, Módulo K, Ed. Antônio Ernesto de Salvo, Asa Norte

Da redação, com CNA  

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: