Correção do preço mínimo é prioridade do setor de algodão

marcio portocarrero 1 4 19
Portocarrero (C): Preço mínimo do algodão está defasado em 38% – Abrapa/Divulgação

A correção do preço mínimo do algodão, hoje de R$ 64,42 a arroba, é uma das prioridades de setor produtivo, segundo o diretor executivo da Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), Marcio Portocarrero. O último reajuste, feito na safra 2017/2018 para 2018/2019, foi de 14,5%. A proposta da entidade é que o valor da arroba seja fixado em R$ 83,19.

“Mesmo com essa correção [da safra de 2017/2018 para 2018/2019], o preço mínimo ainda está defasado em 38% em relação ao pago pelo mercado, que é de R$ 89,61 a arroba”, diz o executivo da Abrapa.

A proposta do novo valor foi apresentada durante a reunião da Câmara Setorial do Algodão e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília, no último dia 28.

De acordo com Portocarreto, o valor é referencial para os programas de crédito do governo federal e também para as ocasiões em que são necessárias subvenções à comercialização e ao escoamento da safra.

A Câmara Setorial está fazendo estudos sobre a proposta de reajuste para entregar à ministra Tereza Cristina. Se o pedido for aceito, ela deverá encaminhá-lo à área econômica do governo.

“É importante revisar isso a cada ano. Já ficamos uma década sem mexer no preço mínimo e nunca mais conseguimos alcançar um valor mais aproximado do que é pago pelo mercado”, enfatiza Portocarrero.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: