Exportações do agro somam US$ 5,8 bilhões em janeiro, queda de 9,4%

exportacoes porto paranagua appa 9 11 19
Foto: APPA/Divulgação

As exportações do agronegócio brasileiro totalizaram US$ 5,8 bilhões em janeiro, queda de 9,4% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando somaram US$ 6,43 bi, segundo nota divulgada, nesta quarta-feira 12, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A participação do setor nas vendas externas totais do país é de 40,4%.

Ainda de acordo com a Balança Comercia do Agronegócio, elaborada pela Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Mapa, as importações de produtos do agro somaram US$ 1,2 bilhão (-1,6%). Com isso, o saldo da balança ficou em US$ 4,6 bilhões.

A queda dos preços dos produtos do agronegócio exportados pelo Brasil, de 7,4%, foi a razão preponderante para a redução das vendas externas em janeiro, pontua a SCRI. Também ocorreu redução de 2,2% na quantidade comercializada para o exterior, na comparação com janeiro de 2019.

As vendas externas de carnes (bovina, suína e de frango), açúcar e algodão, no primeiro mês do ano, ajudaram a compensar, em parte, a queda nos produtos do complexo soja – grãos, farelo e óleo (-31%) – e dos produtos florestais – celulose, papel, madeira e suas obras (-33,8%).

Carnes

As carnes foram responsáveis por 23,2% do total exportado e atingiram US$ 1,35 bilhão (30,9%). A carne bovina foi a principal carne exportada, com US$ 631,5 milhões (+38,1%). Tanto o valor exportado como o volume, 135,3 mil toneladas, foram recordes para os meses de janeiro.

A carne suína também foi destaque com aumento de 79,9% no valor exportado (US$ 163,30 milhões) com 67,7 mil toneladas (42%). Já a carne de frango somou US$ 522,0 milhões, alta de 17%.

Açúcar

As vendas externas de açúcar subiram 55,8%, para US$ 470,25 milhões, com a quantidade de 1,6 milhão de toneladas (50,4%).

O volume ainda é muito inferior ao recorde de vendas de janeiro, que ocorreu em 2015, quando o país exportou 2,4 milhões de toneladas em janeiro.

Algodão

A exportação recorde de algodão não cardado nem penteado colocaram as fibras e produtos têxteis na quinta posição entre os principais produtos de exportação do agronegócio. As vendas externas do produto subiram 144,2%, com US$ 484,80 milhões. O incremento ocorreu por causa do aumento de 168,1% na quantidade exportada, recorde de 308,8 mil toneladas.

Do Mapa

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta