Brasil tem 1º teste positivo para coronavírus; ainda falta a contraprova

coronavírus china xinhua 25 02 2020
Primeiros casos da doença foram registrados na China – Foto: Agência Xinhua

O Brasil teve o primeiro teste positivo para coronavírus, de acordo com informações divulgada na noite desta terça-feira (25) pelo Ministério da Saúde. Um homem de 61 anos apresenta os sintomas da doença, segundo o site do Estadão. Agora, o paciente, que chegou a São Paulo na última sexta-feira (21), procedente da Itália, será submetido a novo exame para confirmar o diagnóstico.    A Anvisa anunciou que busca a lista de pessoas que estavam no mesmo voo para efetuar os procedimentos de quarentena.

Conforme o Estadão, o paciente está sendo tratado no Hospital Israelita Albert Einstein, que notificou o Ministério da Saúde na tarde desta terça-feira. O hospital enviou a amostra do exame para o laboratório do Instituto Adolfo Lutz, referência nacional, para contraprova e confirmação do diagnóstico. O resultado será divulgado na manhã desta quarta-feira (26).

Ainda conforme o Estadão, o homem viajou sozinho para a Itália no período de 9 a 21 de fevereiro. Ele ficou na região de Lombardia (norte do país), considerado foco do surto de COVID-19. Ao retornar, o paciente teve sintomas como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

Outros três casos suspeitos de coronavírus são investigados em São Paulo. São todos adultos: no total, três da capital (incluindo o paciente provavelmente infectado) e um de Bauru. Além disso, todos os pacientes são viajantes que vieram de algum dos países que entraram na lista de vigilância do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde alerta que pessoas que apresentarem sintomas como febre, dificuldade para respirar, tosse ou coriza e que tenham histórico de viagem em área com circulação do vírus ou contato próximo com algum caso suspeito ou confirmado para o vírus devem procurar o serviço de saúde. A prevenção pode ser feita com uso de máscaras, higienização das mãos e não compartilhamento de objetos de uso pessoal. Em todo o Brasil, já foram descartados 54 casos suspeitos.

Os primeiros casos do novo coronavírus foram detectados na China. Até o momento, o país já tem mais de 77,2 mil casos confirmados, com 2.595 mortes.

A Itália já tem 322 casos confirmados de infecção, com 11 mortes, e agora figura no rol de países que exigem atenção assim: Austrália, China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Camboja, Filipinas, Japão, Malásia, Vietnã, Cingapura, Tailândia, Alemanha, França, Irã e Emirados Árabes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já alertou para o risco de uma possível pandemia (escala global) de coronavírus. Isso teria impacto, além da saúde, sobre o comércio internacional, afetando diversos setores, como o agronegócio, por exemplo.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta