Baixa disponibilidade e dólar recorde mantêm preços do trigo em alta no Brasil

trigo graos embrapa 10 9 19
Foto: Embrapa

Pesquisas do Cepea apontam que as cotações domésticas do trigo em grão seguiram em alta por mais uma semana, impulsionadas pela baixa oferta interna e pelo alto patamar do dólar, que eleva a paridade de importação.

Outro fator que deve sustentar o valor do trigo nacional é a informação divulgada nessa quarta-feira 26 de que o governo argentino vai fechar o registro de novos negócios para exportação, o que indica que haverá elevação das retenciones nos próximos dias.

Segundo o Ministério da Agricultura da Argentina, até dia 12 de fevereiro, estavam registrados negócios de mais de 12 milhões de toneladas de trigo da temporada 2019/20 e 10,7 milhões de toneladas da safra 2018/19. Em ambas as temporadas, a produção daquele país ficou em cerca de 19 milhões de toneladas.

O Brasil é o principal destino do trigo argentino. Entre julho de 2019 e janeiro deste ano, chegaram ao país 3,05 milhões de toneladas do cereal.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta