Plano Safra: Presidente da FPA destaca aumento de recursos e redução de juros

Deputado Alceu Moreira, presidente da FPA – Foto: Lucio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

O aumento do volume de recursos destinados ao financiamento ao agrícola e a redução de juros, em meio a uma pandemia, foram “uma grande conquista para o produtor rural”. Assim, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Alceu Moreira (MDB-RS), avaliou o Plano Safra 2020;2021, lançado pelo presidente Jair Bolsonaro e a ministra Tereza Cristina (Agricultura), nesta quarta-feira 17, no Palácio do Planalto, em Brasília.

O governo federal destinou R$ 236,3 bilhões para o financiamento da safra 2020/2021. O volume é 6,1% maior que o do ciclo 2019/2020, ou seja, R$ 13,56 bilhões a mais. Do total, R$ 179,38 bilhões são destinados ao custeio e comercialização (5,9% acima do valor da temporada passada) e R$ 56,92 bilhões, para investimentos em infraestrutura (aumento de 6,6%). A subvenção ao seguro rural conta com R$ 1,3 bi.

Moreira e outras representantes da FPA participaram do lançamento do Plano Safra 2020/2021. O deputado gaúcho destacou a relevância do agro brasileiro no país. “O trabalho não para. A modernização que está havendo no mundo de hoje chegou no agro e, com isso, temos de ter conectividade, legislação ambiental, novas moléculas e parar de criminalizar o agro para ele poder ser mais competitivo.”

O deputado Pedro Lupion (DEM-PR) ressaltou a importância do Plano Safra para a segurança no campo. “É um dia importante para a nossa agropecuária. Apesar de todas as dificuldades e do enfrentamento à covid-19, o Ministério da Agricultura tem se mantido firme no propósito de estender a mão e ajudar o desenvolvimento de nossa agropecuária, que é exemplo de produção no mundo e tem colocado nosso país no trilho do crescimento”.

O deputado Zé Mário (DEM-GO) também reforçou que a atividade agrícola não foi afetada pela pandemia. “O agro continuou sendo o alicerce da economia no Brasil. O setor agropecuário tomou para si a responsabilidade de garantir a segurança alimentar da população brasileira e do mundo. Revelou-se mais uma vez o pilar da reconstrução do nosso país. O avanço do seguro rural é essencial para atração de fontes alternativas e financiamento para o setor do mercado privado, para o planejamento do produtor rural e garantia de renda.”

Agricultura familiar

Já o deputado Zé Silva (SD-MG) enfatizou a importância de oportunidades para a agricultura familiar. “O aumento de 30% dos recursos para o seguro rural vai atender aproximadamente 300 mil produtores e dá mais segurança ao campo. A redução das taxas de juros da agricultura familiar, do médio e do grande produtor são uma conquista histórica para o agro brasileiro.”

Alguns destaques do Plano Safra passam pelo apoio à inovação tecnológica com financiamentos na conectividade rural, produção de Bioinsumos; irrigação com investimentos para a aquisição de equipamentos de monitoramento; apoio ao setor pesqueiro e aquícola e sustentabilidade.

As usinas, os produtores de canas e de algodão também terão acesso a recursos do Plano Safra para poder formar estoques, nesse período de pandemia.

Avanço na produção

Para Zé Vitor (PL-MG), o anúncio é um grande momento para a agricultura brasileira. “Ano a ano, a gente avança em produção e importância econômica para o país. Isso significa que a gente leva renda para toda população e garante o desenvolvimento dos pequenos municípios com juros mais acessíveis, próximo da realidade, e que pode ser praticado pelo produtor rural. É um reconhecimento da importância da necessidade do agro para o país, cada vez mais eficiente, moderno e sustentável.”

“Estamos felizes porque alcançamos mais recursos, um valor melhor de taxas. A ministra [Tereza Cristina] se desdobrou para desenvolver o que havia de melhor para nossa agricultura. Temos o seguro agrícola, que já vem beneficiando o pessoal do Rio Grande do Sul que sofreu tanto com a estiagem este ano e teremos novos benefícios pela frente. O agro é a sustentabilidade do nosso país e está estabilizando a economia do nosso país”, pontuou a deputada Aline Sleutjes (PSL-PR).

Da redação, com informações da FPA

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta