Estudo confirma benefícios do sulfato de cálcio granulado em lavouras de arroz irrigado

Foto: Jussara Stinghen/Divulgação

Algumas áreas de produção de arroz irrigado na região Sul do estado de Santa Catarina enfrentaram condições de falta de água durante a safra 2019/2020. Em algumas delas, a estiagem em fases críticas da cultura ocasionou reduções significativas na produtividade. No entanto, produtores que investiram em produtos que atuam como condicionadores de solo e proporcionam maior crescimento e desenvolvimento do sistema radicular conseguiram manter e até aumentar a produtividade da lavoura, mesmo em condição de estresse hídrico.

Uma alternativa eficaz, segundo técnicos, para nutrir e estabilizar os solos no cultivo de arroz irrigado é o uso adequado de condicionadores de solo. Como exemplo, o sulfato de cálcio granulado, capaz de promover a melhoria química, física e biológica do solo, que serão significativas para o desenvolvimento de culturas como o arroz.

O produtor de arroz Marcos Cardoso Martins participou do estudo realizado pela SulGesso, no município de Praia Grande (SC). Em sua lavoura, o produtor aplicou um volume total de 5 toneladas do sulfato de cálcio granulado, produto chamado SulfaCal, em diferentes áreas e doses, verificando aumentos significativos na produtividade da lavoura. Em uma das áreas onde foi aplicado o produto, as plantas passaram por uma condição de estresse hídrico durante 10 dias, em fase crítica de desenvolvimento da cultura, e não reduziram sua produtividade. Cabe destacar que o produtor obteve um ganho de 10 sacas por hectare quando comparado à área que passou pela mesma condição de estresse hídrico e não foi utilizado o SulfaCal.

De acordo com o estudo, a utilização do sulfato de cálcio granulado proporcionou uma maior tolerância das plantas à condição de falta de água e contribuiu para que não ocorressem perdas significativas na produtividade da lavoura. O engenheiro agrônomo e responsável técnico pelas áreas de produção de arroz da família, Marcos Cardoso Martins Jr., relata os resultados observados:

“Onde não aplicamos o sulfato de cálcio e faltou água, as plantas começaram a apresentar sintomas de estresse hídrico mais rapidamente, enquanto que, onde foi aplicado o produto, as plantas de arroz se mantiveram verdes por mais tempo e não reduziram a produtividade, mesmo em uma condição de falta de água”.

Os principais fatores a se considerar na aplicação de sulfato de cálcio granulado na cultura do arroz são a quantidade, a época e modo de aplicação, explica a responsável pelo estudo, Jussara Cristina Stinghen. “A quantidade de sulfato de cálcio a ser aplicada é determinada pelas características do solo, através de uma análise criteriosa realizada em um laboratório de confiança do produtor. A absorção dos nutrientes, de modo geral, é influenciada por diversos fatores. Os técnicos ressaltam que os resultados podem estar atrelados à qualidade do fertilizante, à condição de equilíbrio da solução do solo, aos períodos e às doses adequadas de fertilizante, que devem ser recomendadas por um engenheiro agrônomo”, destaca a especialista.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta