Mapa divulga lista dos 75 projetos selecionados no edital do AgroResidência

Foto: Vivianni Asevedo/Ascom Unitins/Divulgação

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou o resultado final do primeiro Edital de Chamamento Público do AgroResidência – Programa de Residência Profissional Agrícola. Ao todo, 75 projetos foram selecionados e serão financiados para que desenvolvam atividades voltadas à qualificação técnica de estudantes e recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins.

Venceram o edital 34 propostas de projeto do Nordeste, 15 do Norte, 8 do Centro-Oeste, 8 do Sudeste e 10 do Sul, enviadas por instituições de Ensino de 23 estados e do Distrito Federal. Os estados com maior número de iniciativas selecionadas são Ceará (6), Pará (5), Minas Gerais (5) e Rio Grande do Sul (5).

Entre as propostas aprovadas estão projetos voltados para gestão de empreendimentos associativos/cooperativos vinculados a agricultura familiar, nutrição animal, cadeia produtiva de leite, uso de tecnologias para a pecuária de corte, otimização de sistemas de produção de milho e forragens, difusão de tecnologias no cultivo orgânico de hortaliças, fruticultura irrigada, práticas  agronômicas  de  manejo  e  conservação  do  solo  e outros.

A partir desta terça-feira 6, a equipe de coordenação do programa entrará em contato com os professores responsáveis pelas propostas contempladas para iniciar o processo de elaboração e celebração dos Termos de Execução Descentralizada (TED).

Clique aqui para ter acesso a lista dos projetos aprovados

Confira o resultado final do processo de avaliação das propostas

Atividades

Os projetos aprovados no edital serão responsáveis por desenvolver, com os jovens residentes, estudantes ou recém-egressos dos cursos de ciências agrárias e afins, atividades práticas dentro das funções ligadas à respectiva formação, sob supervisão e acompanhamento de profissional técnico habilitado com formação na área de atuação.

Para financiar os projetos aprovados, durante o período máximo de dois anos, o governo federal destinou R$ 17,1 milhões para o programa de residência profissional. Os recursos poderão ser usados no custeio de bolsa para residentes de cursos técnicos de nível médio, no valor de R$ 900; e de nível superior, no valor R$ 1.200. A carga horária de trabalho dos residentes será de 40 horas semanais.

Outra possibilidade é o custeio de bolsa para professor orientador, que corresponderá ao valor de R$ 200 por orientado. Cada professor deverá orientar entre cinco (mínimo) e dez (máximo) residentes, sendo assim, a bolsa pode variar de R$ 1 mil a R$ 2 mil.

Os recursos também poderão custear a participação dos residentes, professor orientador, técnico orientador e de colaboradores eventuais em reuniões, oficinas, seminários, congressos e afins.

Residentes

Para ser residente pelo AgroResidência é preciso ter entre 15 e 29 anos de idade, ser estudante ou recém-egresso de cursos nas áreas de ciências agrária e afins, de nível médio ou superior. Os estudantes precisam ter cursado todas as disciplinas do curso e os egressos deverão ter concluído o curso há, no máximo, 12 meses.

Os jovens interessados na residência profissional agrícola devem entrar em contato com as instituições contempladas no Edital de Chamamento Público do programa para obter informações sobre a seleção de residentes. Cada Instituição de Ensino contemplada será responsável por estabelecer os próprios critérios e procedimentos de seleção, respeitando o estabelecido pelo Programa.

Por meio dos projetos aprovados, serão beneficiados 950 estudantes e recém-egressos, sendo 221 residentes de nível médio e 729 residentes de nível superior.

Programa

O AgroResidência foi instituído pela Portaria nº 193/2020 com o objetivo de apoiar a formação de profissionais com as competências necessárias para plena atuação nas áreas de ciências agrárias e áreas correlatas, por meio de treinamento prático, supervisionado e orientado.

Além de qualificar profissionais, o programa busca desenvolver nos alunos o senso de responsabilidade ética, por meio do exercício de atividades profissionais, direcionando-os para uma vida cidadã e para o trabalho.

O primeiro Edital de Chamamento Público do AgroResidência, aberto para recebimento de propostas entre o dia 29 de junho e 17 de agosto, recebeu um total de 454 propostas de projetos, enviadas por 90 Instituições de Ensino de 25 estados e do Distrito Federal.

Clique aqui para saber mais sobre o edital do AgroResidência

Do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta