Anec revisa para cima exportação de grãos no mês e vê mais de 5 mi t de milho

Foto: Tony-Oliveira/CNA/Divulgação

Da Reuters

As projeções de exportação de milho, soja e farelo de soja do Brasil neste mês voltaram a ser ajustadas para cima, de acordo com dados semanais da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

Com base na programação de navios, a Anec elevou a previsão de embarques de milho do Brasil para 5,44 milhões de toneladas, versus 4,8 milhões estimados na semana anterior.

Em novembro do ano passado, a exportação de milho do país havia somado 4,5 milhões de toneladas.

No acumulado dos 11 meses de 2020, a associação projetou as exportações do cereal em 30,02 milhões de toneladas, contra 38,3 milhões de toneladas em igual período de 2019, ano em que o país registrou vendas recordes do grão.

Para a soja, a Anec estimou as exportações de novembro em 850,2 mil toneladas, contra 762,7 mil toneladas na previsão da semana passada e 4 milhões no mesmo mês do ano passado.

Embarques concentrados

Com grandes embarques concentrados em meses anteriores, o Brasil passa por um aperto nas ofertas da oleaginosa.

Maior exportador global de soja, o Brasil deverá fechar novembro com embarques acumulados de 82,2 milhões de toneladas no ano, ante 69,9 milhões em 11 meses do ano passado, de acordo com a Anec.

A entidade ainda projetou as exportações de farelo de soja do país em 1,48 milhão de toneladas neste mês, levemente acima da estimativa de 1,4 milhão de toneladas publicada na semana passada. No mesmo mês do ano passado, somaram 1,1 milhão de toneladas.

No ano até novembro, os embarques do derivado da oleaginosa deverão atingir 15,9 milhões de toneladas, versus 14,4 milhões no mesmo intervalo de 2019, acrescentou a Anec.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta