Estiagem derruba em 40% a produção de leite em Santa Catarina, diz Faesc

Foto: Faesc/Divulgação

A estiagem derrubou em 40% a produção leiteira de Santa Catarina, que caiu de 8 milhões de litros por dia para 5 milhões de litros por dia, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira 14 pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc). O setor foi o mais atingido pela seca deste ano entre todas as cadeias produtivas da agropecuária catarinense. Com isso, o estado perdeu para Goiás a quarta posição no ranking nacional da produção leiteira.

Segundo a Faesc, a falta de pastagem, aliada ao alto custo da ração à base de milho e soja, prejudicou em cheio os produtores de leite no estado. “Este foi o setor mais afetado economicamente, porque vinha de fortes investimentos e modernização da atividade no estado”, diz o vice-presidente da Faesc, Enori Barbieri, que percorreu as regiões mais afetadas.

“A falta de silagem, a quebra da produção e o alto custo dos insumos levaram à desistência de inúmeros produtores. Muitos também eliminaram de seus planteis as vacas mais velhas e menos produtivas. Com isso, perdemos a quarta posição nacional para o estado de Goiás, a mesma que tínhamos conquistado no ano passado. A situação também complica a luta catarinense para exportação do leite”, acrescenta Barbieri.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: