Ganho de produtividade garante metade do PIB do milho entre 2001 e 2020

Foto: AEN/Divulgação

De 2001 a 2020, o PIB (Produto Interno Bruto) da cultura do milho foi de R$ 715 bilhões, em termos reais, considerando-se apenas “dentro da porteira”. Desse valor, R$ 360 bilhões vieram exclusivamente da produtividade. Ou seja, o ganho de rendimento representou 50,4% de todo o PIB gerado pelo milho no período, sem depender de aumento de área.

É o que mostra estudo divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. A análise dos pesquisadores do Cepea buscou mensurar a contribuição da produtividade para a geração de PIB ou agregação de valor pela atividade, em oposição ao aumento de área.

Segundo os pesquisadores, o setor agropecuário brasileiro tem o desafio de garantir a segurança alimentar do Brasil da população mundial. “Isso deve ser alcançado de forma sustentável, imperativo diante do esgotamento do planeta.” Diversas práticas, assinalam, têm sido progressivamente adotadas, visando atenuar ou eliminar o uso excessivo de recursos naturais pela produção agrícola.

“Com a crescente preocupação quanto ao aumento na utilização de áreas para a produção agrícola, o ganho de produtividade da terra torna-se um instrumento-chave para economizar esse recurso”, pontuam os pesquisadores.

De acordo com eles, a participação de 50,4% de todo o PIB gerado pelo milho entre 2001 e 2020 mostra que a cadeia tem “contribuído com grande competência, por meio de seus diferentes atores, para o enorme desafio imposto ao agronegócio de ampliar a produção de forma sustentável”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: