Brasil precisa se abrir mais ao comércio internacional, diz CNA

Reprodução: CNA

A coordenadora de Inteligência Comercial da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Sueme Mori, destacou a necessidade do Brasil se abrir mais para o comércio internacional, durante live promovida pelo Rádio São Miguel, de Uruguaiana (RS), sobre mercados, produtos, exportações e resultados no sábado (23).

“Temos que falar dos dois lados, da exportação e da importação. O Brasil precisa se abrir mais. Isso é positivo para as empresas, para os produtores e para o consumidor como um todo, porque se a gente não exporta, não se expõe para o mundo e a nossa competitividade cai muito”, afirmou.

Ela falou sobre o papel da CNA na defesa dos interesses do setor e do produtor rural e da criação do projeto Agro.BR para promoção do pequeno e médio produtor rural no comércio internacional, com foco em cadeias que ainda não têm grandes volumes de exportação, como frutas, pescados, lácteos, chás e especiarias.

A coordenadora lembrou que a pauta de exportações do agro brasileiro ainda é muito concentrada em produtos e destinos, mas que a tendência é o País ampliar os mercados e diversificar a lista de produtos para as vendas externas.

Sobre as perspectivas para o futuro para do setor, Sueme destaca que o agro precisa focar na Ásia e no Oriente Médio, onde a demanda por alimentos está crescendo atrelada ao aumento populacional.

“A FAO fala em aumentar a produção de alimentos no mundo em 70% e quem tem condições de atender isso é o Brasil. Ou seja, em relação ao comércio internacional, daqui para frente, há duas questões que não podem ser esquecidas: o olhar do Brasil tem que estar na Ásia e no Oriente Médio e na sustentabilidade, que veio, está aí, e precisamos ficar atentos a isso”.

Da CNA

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: