Programa vai incentivar agricultura sustentável em MG

Foto: Gabriel Faria/Embrapa/Divulgação

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), representada pela Embrapa Cerrados, lançam, no próximo dia 12, o LabAgroMinas, programa de fomento a práticas de agricultura sustentável e climaticamente inteligente em Minas Gerais. O objetivo é incentivar os produtores rurais do estado a adotarem novas tecnologias que reduzam as emissões de gases de efeito estufa, promovam a regeneração do solo e garantam alto desempenho das culturas, em termos de qualidade e produtividade.

Por meio do LabAgroMinas, produtores que queiram aplicar soluções mais sustentáveis em suas propriedades poderão contar com assistência técnica capacitada pela Embrapa. Por sua vez, o BDMG está em processo de elaboração de soluções de crédito para serem ofertadas em parceria com cooperativas de crédito locais. O programa terá duração inicialmente prevista de cinco anos. Os dois primeiros serão financiados com recursos da União Europeia, por meio de um repasse de 200 mil euros em parceria com a LAIF/Agência Francesa de Desenvolvimento.

“Como instituição comprometida com o desenvolvimento sustentável, o BDMG busca, com o LabAgroMinas, incentivar a adoção de tecnologias inovadoras para o produtor rural, gerando aumento da produtividade e fortalecendo as cadeias locais de fornecimento de insumos. Por isso, queremos expandir nossa atuação em linhas de crédito que possam contribuir para o desenvolvimento territorial sustentável, em linha com as diretrizes do governo de Minas, de buscar a redução contínua das emissões de gases de efeito estufa no estado. Neste programa, vamos contar com a expertise da Embrapa em pesquisa no setor e com o conhecimento das condições específicas das principais culturas agrícolas mineiras”, diz Marcelo Bomfim, presidente do BDMG.

As tecnologias que serão fomentadas pelo LabAgroMinas estarão alinhadas ao Programa ABC + (“Plano Setorial de Adaptação e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária”, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), incluindo soluções adaptadas e otimizadas às condições de solo e clima territorialmente, bem como sistemas intensivos e/ou integrados de produção, como por exemplo a integração lavoura e pecuária (ILP) e a integração lavoura, pecuária e floresta (ILPF).

Regiões selecionadas

Nesta primeira fase, Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas foram as regiões escolhidas para receberem o LabAgroMinas. Serão selecionados 18 projetos em fazendas de grãos de médio e grande portes (acima de 500 hectares). “Lavouras de soja, milho e feijão são muito representativas, pois respondem por cerca de 64% da produção agrícola mineira, e essas regiões concentram cerca de 90% da produção de grãos do estado. Além disso, são culturas anuais, de ciclos curtos, o que possibilita a obtenção de resultados mais rapidamente do que seria com culturas perenes, como por exemplo o café”, assinala o chefe-geral da Embrapa Cerrados, Sebastião Pedro da Silva Neto.

Segundo o coordenador de suporte à inovação da Embrapa Cerrados, Chang Wilches, para o início do programa, a Embrapa fará a capacitação de 60 profissionais de assistência técnica (ATER), instalará Unidades Experimentais de Agroinovação (UEAs) em propriedades rurais e promoverá e debaterá os resultados técnicos junto aos produtores e ATER. Em maio, será realizado o primeiro evento de imersão do programa, congregando produtores selecionados de grãos para essa primeira fase das três regiões em Paracatu (MG). Em 2024, serão iniciados os trabalhos com a cultura do café. Além disso, o LabAgroMinas será implementado em sinergia com outras iniciativas mediadas pela Embrapa Cerrados, com participação intensiva da VLI S/A, Aprosoja e o Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS).

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: