México suspende taxas de importação de carne de frango; Brasil pode se beneficiar

A Presidência da República do México publicou, nesta segunda-feira (16), um decreto que suspende as tarifas para a importação de carne de frango para nações que tenham estabelecimentos habilitados a exportar o produto para aquele país.  A medida é válida para países que, como o Brasil, tenham acordo sanitário com as autoridades mexicanas.

A abertura do mercado contempla diversos produtos de aves e vigorará pelo prazo de um ano.  Não há, desta vez, o estabelecimento de cotas, como tem ocorrido nos últimos anos com as importações provenientes do Brasil.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, os exportadores brasileiros de carne de frango têm aumentado sua relevância entre os parceiros pela segurança alimentar do México.

Com o anúncio feito pelo governo do país da América do Norte, espera-se que o Brasil reforce essa posição.

“O Brasil tem complementado a demanda mexicana por carne de frango, colaborando com a indústria local, como em outras oportunidades.  Neste contexto, é esperado que nosso país possa aumentar os volumes para esse destino”, diz Santin.

De acordo com os dados da ABPA, o México é o atual oitavo maior importador de carne de frango do Brasil.  Entre janeiro e abril, o país importou 58,5 mil toneladas, número 128,6% em relação ao mesmo período de 2021, com 25,6 mil toneladas.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: