Agricultura dá largada a projeto de empreendedorismo tecnológico no Nordeste

Foto: Mapa/Divulgação

A Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação (SDI) deu início nesta semana ao Projeto AgroNordeste Digital, que tem com foco promover o empreendedorismo tecnológico na região, além de levar conectividade e apoiar startups a desenvolverem novos negócios tecnológicos para o setor agropecuário.

Uma consultoria, contratada com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), terá a missão de mobilizar os atores principais das regiões escolhidas como áreas piloto do projeto, elaborar diagnósticos territoriais e realizar de workshops para avaliação e fortalecimento dos ecossistemas de inovação agropecuária da região.

Para o ano de 2022, as regiões priorizadas são: Vale do São Francisco (Pernambuco e Bahia); Vale do Jaguaribe (Ceará); Vale do Açu (Rio Grande do Norte); e Oeste Baiano (Bahia).

Entre as ações planejadas estão o diagnóstico rápido para caracterização do ecossistema regional, o alinhamento com atores do ecossistema local, a elaboração de um Plano de Ação junto com os atores locais e a definição de ações prioritárias.

O AgroNordeste Digital é uma estratégia alinhada com dois programas do Mapa, o Plano AgroNordeste e o Programa Agro Hub Brasil. O primeiro é uma política pública para promover a agropecuária como instrumento de transformação econômica e social sustentável da região, em especial de agricultores familiares do semiárido.

Ecossistemas e ambientes de inovação agropecuária

Já o Programa Agro Hub Brasil é destinado a apoiar os ecossistemas e ambientes de inovação agropecuária no Brasil e promover a criação e amadurecimento de startups, apoiando eventos e desafios e aproximando-as de potenciais oportunidades de captação de recursos públicos e privados para o desenvolvimento de negócios de base tecnológica.

De acordo com o coordenador-geral de Inovação Aberta da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação do Mapa (SDI), Daniel Trento, o Brasil tem evoluído na consolidação do seu ecossistema de inovação, mas percebe-se uma concentração de startups, e ambientes de inovação nas regiões Sul e Sudeste, englobando mais de 80% desses empreendimentos. “É nesse sentido que pretendemos apoiar a construção e fortalecimento do ambiente inovador na Região Nordeste”, enfatizou.

Conforme a diretora do Departamento de Programas Territoriais Rurais do Mapa e responsável pelo Plano AgroNordeste, Adriana Melo, a iniciativa “AgroNordeste digital” permitirá o desenvolvimento de novos serviços e negócios na região, com a difusão de inovações estratégicas para o agronegócio, como Tecnologias da informação e Comunicação (TICs) que permitirão a transição para uma agricultura 4.0 com maior valor agregado.

“As inovações viabilizam novos empregos e ocupações em setores de fronteira tecnológica, com apoio de universidades e centros de pesquisa e formação profissional. A parceria com o Diagro possibilitará o fortalecimento destes segmentos inovadores e a aceleração de startups locais por meio de sua conexão com mercados e fundos de investimento”, afirmou.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: