Com baixa oferta, valor médio do trigo segue acima de R$ 2 mil a tonelada

Foto: Julio Albrecht/Embrapa/Divulgação

Os preços do trigo seguem em alta no Brasil, influenciados pela baixa disponibilidade e pela valorização do dólar. Pesquisadores do Cepea ressaltam que as negociações têm sido pontuais, justamente porque há pouco produto disponível e com preços cada vez mais altos. Diante disso, colaboradores do Cepea indicam que compradores já buscam fechar contratos a termo para o trigo da nova temporada.

Dados do Cepea mostram que, nesta parcial de junho (até o dia 17), as médias mensais são recordes nominais nos estados do Sul e em São Paulo, considerando-se as séries de preços iniciadas em 2004, com todos os valores acima de R$ 2.000/tonelada.

Já em termos reais, a atual média no Rio Grande do Sul, de R$ 2.124,43/tonelada, segue recorde (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI). No Paraná, em Santa Catarina e em São Paulo, as médias mensais reais são as maiores desde 2013.

Do Cepea 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: