Aftosa: Austrália reforça vigilância em aeroportos internacionais

Do Broadcast

Oficiais de biossegurança nos aeroportos internacionais da Austrália relataram que os passageiros vindos da Indonésia no fim de semana estavam em maior conformidade com as avaliações sanitárias, à medida que as iniciativas do governo para manter a febre aftosa fora do país continuam aumentando. A afirmação faz parte de um comunicado publicado no site oficial do Ministério da Agricultura australiano.

Segundo a nota, todos os passageiros que retornaram da Indonésia – o país asiático detectou recentemente um foco de aftosa que afetou mais de 230 mil bovinos – foram avaliados pelos oficiais de fronteira, o que levou quase 3,7 mil viajantes a passarem pela verificação ou serem questionados de forma mais intensiva por oficiais de biossegurança no aeroporto de Melbourne, somente no sábado. As taxas de itens de risco de febre aftosa e calçados contaminados não declarados também caíram drasticamente em comparação com a semana anterior.

O aumento da conformidade ocorre quando os aeroportos que recebem voos diretos da Indonésia começam a utilizar tapetes de higienização nesta semana. Já receberam o equipamento os aeroportos de Darwin, Adelaide, Perth, Sydney e Melbourne, com alguns começando a testá-los antes do uso, enquanto outros darão início aos testes nos próximos dias.

Outras medidas de biossegurança também estão sendo implementadas nos correios. Todas as correspondências recebidas da Indonésia e da China estão sendo examinadas para produtos à base de carne, como outra nova ação para manter a Austrália livre do vírus. Na semana passada, foi anunciado que fragmentos virais de febre aftosa foram detectados em um alimento que havia sido importado da China.

“Como dissemos o tempo todo, acreditamos que o maior risco de a febre aftosa entrar na Austrália é por meio de produtos de carne rotulados incorretamente ou ilegalmente do exterior”, disse o ministro da Agricultura da Austrália, Murray Watt. “Nossas novas medidas significam que temos a resposta mais forte a uma ameaça de biossegurança na história da Austrália.”

Até o momento, o país não registrou nenhum caso de febre aftosa. “Continuaremos a implementar mais medidas, de acordo com os conselhos de especialistas em biossegurança, para manter essa doença fora do país”, ressaltou o ministro.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: