Representantes da ONU conhecem potencial agrícola de MT

a - producao
Foto: EBC

O potencial agropecuário de Mato Grosso desperta cada vez mais o interesse global. Principal produtor brasileiro de soja, milho e algodão e dono do maior rebanho bovino do país, o estado recebeu a visita de um grupo de seis representantes do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops), que foi buscar informações sobre o setor rural mato-grossense.

Os técnicos da Unops estiveram na Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) nessa quinta-feira (29). O diretor de Relação Institucionais da Famato, José Luiz Fidelis, faz uma exposição ao grupo sobre a Famato, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Sindicatos Rurais e o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que compõem o Sistema Famato.

O superintendente do Imea, Daniel Latorraca, destacou que o agronegócio é responsável por 50,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado. Considerado por investidores estrangeiros com grande potencial para abertura de novos mercados, MT ainda enfrenta dificuldade para escoar as commodities agrícolas até os portos, distantes dos locais de produção, o que se constitui num dos seus principais gargalos do estado.

Para o representante regional de Infraestrutura da Unops, Oscar Marenco Ruiz, falta ao MT atrair mais investimentos em logística. “Esse é o maior gargalo do setor atualmente e precisa ser visto como prioridade pelas autoridades governamentais”, reforçou.

a _ famato onu
Foto: Divulgação Famato

Já o diretor de Posicionamento Estratégico da Unops, o britânico Steve Crookey, afirmou ser importante que o estado tenha projetos de médio e longo prazos.  Tudo o que é imediato, enfatizou, é mais difícil de solucionar, porque o Brasil é um muito grande, com acentuadas diversidades regionais.

Luiz Fidelis concordou com as observações e acrescentou que o estado poderia produzir ainda mais, caso tivesse uma logística eficiente, com rodovias federais pavimentadas, ferrovias, hidrovias e portos. “Com rodovias pavimentadas e ferrovias, além de agilizar o transporte, teríamos mais rentabilidade.”

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: