Agropecuária tem saldo positivo na oferta de emprego em 2017

 

agro emprego
Foto: EBC

Em 2017, a agropecuária foi um dos setores que mais geraram postos de trabalho no Brasil. Segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, de janeiro a dezembro, o setor apresentou saldo positivo, com 37 mil novas vagas, atrás apenas do comércio (40 mil).

Segundo o Núcleo Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), as atividades agrícolas que mais se destacaram no ano passado foram cultivo de laranja, apoio à agricultura, soja e criação de aves.

No cultivo de laranja foram gerados 14.582 postos de trabalho, principalmente em São Paulo (12.156).

Nas atividades de apoio à agricultura foram geradas 7.732 vagas, com destaque para São Paulo, onde a expansão foi de 8.575 vagas.

Já no cultivo de soja, foram criados 4.636 postos, sendo 2.753 apenas em Mato Grosso.

Os números de 2017 são superiores aos de 2016, quando houve saldo negativo de 14 mil vagas na agricultura.

Na época, os oitos setores de atividade econômica, avaliados pelo Caged, registraram queda no nível de emprego.

Da redação, com informações da CNA

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: