PF acolhe recomendações da CPI dos Fundos de Pensão, diz deputado Sérgio Souza

sergio-souza
Foto: Câmara dos Deputados

A Operação Pausare da Polícia Federal, desencadeada nesta quinta-feira (1º) em vários estados e no Distrito Federal para apurar irregularidades no Fundo de Pensão dos Correios (Postalis), foi considerada pelo deputado Sérgio Souza (PMDB-PR) como desdobramento das ações sugeridas no relatório que ele produziu na CPI dos Fundos de Pensão para responsabilizar os culpados.

“É gratificante saber que nossas recomendações estão sendo acolhidas pelos órgãos policiais e de controle, que seguem investigando desvios dos recursos previdenciários de funcionários de estatais e servidores públicos e que causaram prejuízos incalculáveis, provocando muita aflição aos seus participantes, que veem ameaçadas suas sonhadas aposentadorias”, assinalou o parlamentar.

Sergio Souza, que foi o relator da CPI dos Fundos de Pensão, disse que foram oito meses de muito trabalho, com mais de 300 indiciamentos. “Perceber que o nosso esforço não foi em vão nos anima em combater sem trégua essa corrução que, no Postalis, apresentou um déficit de R$ 6,6 bi em 2015.”

Projeto

O deputado acredita que o maior legado da CPI dos Fundos de Pensão é o projeto que muda a composição dos gestores dos fundos, dificultando a influência de cargos políticos, incluindo na governança uma auditoria interna e um comitê de investimentos, além da exigência de uma série de pré-requisitos para o exercício do cargo de conselheiro, como não ter exercido atividades político-partidárias nos 24 meses anteriores à sua nomeação.

A CPI foi criada em agosto de 2015 no Congresso Nacional para investigar indícios de fraudes e má gestão em quatro fundos de previdência complementar, no caso o Postalis, Funcef (Caixa Econômica Federal), Petros (Petrobrás) e Previ (Banco do Brasil), entre 2003 e 2015.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: