Rota Caminhos da Neve mais perto de receber investimentos federais

Aprovado pelo Senado, o projeto que federaliza a Rota Caminhos da Neve, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, foi à sanção do presidente Michel Temer. A expectativa dos moradores dos municípios gaúchos e catarinenses que fazem parte da rota turística é que a proposta seja sancionada ainda neste semestre, o que impulsionará mais o desenvolvimento regional nos dois estados.

Segundo o autor do projeto, o deputado Alceu Moreira (MDB/RS), a federalização possibilita a injeção de recursos federais nos municípios situados ao longo do trecho de 161 quilômetros entre as BRs 285 e 282, ligação entre as serras gaúcha e catarinense e litoral. Conforme o parlamentar, lideranças da região estimam que a medida poderá contribuir para gerar R$ 100 milhões por ano em turismo e comércio.

A federalização, com a consequente construção da Rota Caminhos da Neve, permitirá a criação de um novo corredor turístico entre Bom Retiro, Urubicí, São Joaquim (SC) e Bom Jesus, São José dos Ausentes, Jaquirana, Cambará do Sul, São Francisco de Paula, Canela e Gramado, facilitando também o acesso à região de Caxias do Sul e dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.

alceu moreira-29- - foto Zeca Ribeiro - camara dos Deputados
Deputado Alceu Moreira, autor do projeto – Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O projeto tem ainda enorme potencial para atrair investimentos às serras gaúchas e catarinenses, com a abertura de novas pousadas, hotéis, bares, restaurantes, lojas e boutiques, entre outros empreendimentos.

Além disso, a Rota Caminhos da Neve poderá incentivar o turismo para as áreas de produção de maçã e impulsionar visitas aos chamados Cânions Verdes da América do Sul, como os do Itaimbezinho, Fortaleza e Monte Negro.

Foto: Defesa Civil/SC

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: