Mais da metade dos produtores rurais tem rentabilidade zero, alerta Aprosoja Brasil

marco da rosa vale esta
Foto: Aprosoja/Divulgação

Os maiores desafios para a produção agropecuária brasileira passam pelo aumento da rentabilidade do produtor. A constatação é presidente da presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Marcos da Rosa.

Ele falou sobre o assunto ao participar de um dos painéis do Fórum do Agronegócio 2018, que teve como tema “O protagonismo do agro brasileiro no mundo”, nessa segunda-feira (9), em Londrina (PR).

Durante o painel sobre “Inovação no Agro e na Agroindústria: as demandas mundiais e os desafios na produção sustentável de alimentos”, o dirigente disse que o aumento da rentabilidade para o produtor rural depende de plano de desenvolvimento para a nação brasileira.

“Sempre que eu falo em desafios, eu digo que a FAO (Fundação das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) não precisa se preocupar com a segurança alimentar em 2050. Cerca de 56% da soja consumida pelo povo chinês é brasileira. O grande desafio passa por melhorar a rentabilidade do produtor. Hoje, para 55% do produtor, a rentabilidade é zero”, disse, acrescentando que a produtividade média dos produtores é suficiente apenas para pagar os custos de produção.

“Precisamos ter crescimento sem prejudicar a população brasileira, que enfrenta alta carga tributária e sérios problemas com infraestrutura. Nossa infraestrutura é equivalente a colocar 25 pessoas dentro de um fusca.”

Marcos da Rosa lembrou ainda que o país tem condições de enfrentar o comércio internacional, mas lamentou que o produtor seja massacrado por campanhas que denigrem a imagem do agro brasileiro. “Produzimos grãos em apenas 7,5% do território nacional. Somos uma ameaça para os Estados Unidos e a salvação para a China. Plantamos soja em apenas 3,5% do país. Nós não usamos o Brasil”, afirmou.

Promovido pela Sociedade Rural do Paraná, o evento tem por objetivo consolidar as bases para o fortalecimento da marca Agro Brasil pelo mundo, estimulando a presença da cadeia produtiva de forma integrada, além e troca de experiências e intercâmbio entre as diversas cadeias produtivas.

Fizeram parte do painel o presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Marcelo Vieira, o presidente da Abramilho, Alysson Paolinelli, o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, o presidente da John Deere, Paulo Herrmann, o presidente da Associação Brasileira de Logística e Transporte de Cargas (ABTC), Pedro Lopes, e a presidente do Instituto Brasileiro de Incentivo Social Ambiental (Ibisa), Mônica Bergamaschi.

Destinado a produtores, o evento também teve a presença do representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, da senadora Ana Amélia (PP-RS), do coordenador do Centro de Estudos de Agronegócio da FGV, Roberto Rodrigues, do diretor executivo da Abag, Luiz Cornacchioni, entre outros nomes ligados ao tema.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: