Governo do DF suspende parcialmente atendimento à saúde

base hospital
Foto: Agência Brasília/Arquivo

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal anunciou nesta sexta-feira (25) um plano de contingência que restringe o atendimento à população, em consequência do desabastecimento de combustíveis provocado pela greve dos caminhoneiros. Uma das principais medidas é a suspensão do atendimento em todas as unidades da atenção primária à saúde de sábado (26) até a segunda-feira (28).

Em comunicado, o Secretaria de Saúde também informa que não haverá consultas ambulatoriais em hospitais e policlínicas e os serviços das farmácias de sábado (26) a segunda-feira (28).

Além disso, informa o comunicado, “todas as cirurgias e procedimentos programados de sábado (26) a segunda-feira (28) ficam suspensos, devendo ser remarcados para a primeira oportunidade, sem prejuízo das cirurgias e procedimentos de urgência.

Também não será feito transporte de pacientes para a realização de exames, exceto os de urgência, até a segunda-feira (28), conforme o comunicado.

As outras medidas são estas:

*Os veículos destinados a serviços administrativos não deverão ser utilizados, a fim de economizar combustível;

*Todos os servidores escalados nos serviços aqui descritos, durante o tempo em que estiverem suspensos, devem ser realocados em serviços de urgência e emergência ou outros serviços de funcionamento ininterrupto;

*Os Superintendentes das Regiões deverão otimizar a força de trabalho, indicando aos servidores de sua respectiva região onde devem se apresentar, de modo a garantir o melhor nível possível de assistência à população;

* O SAMU atenderá os casos de emergências graves e, caso haja dificuldade no atendimento nos serviços hospitalares de emergência ou nas UPAs, o SAMU deverá iniciar protocolo de crise;

*Qualquer servidor poderá ser convocado para se apresentar em qualquer serviço que tenha necessidade, enquanto perdurar esse cenário;

*O Secretário de Saúde e os Superintendentes das Regiões se reunirão diariamente para avaliar a mudança na situação, a continuação destas medidas ou a implementação de novas medidas.

No comunicado, a Secretaria de Saúde enfatiza que o plano de contingência foi adotado “tendo em vista a continuação do desabastecimento de combustíveis no Distrito Federal, que pode comprometer os serviços que dependem de transporte, esgotar em poucos dias os estoques de medicamentos, materiais médico-hospitalares e outros insumos nas unidades de saúde”.

Mesmo que seja dada solução rápida à greve de caminhoneiros, observa o comunicado, será necessário algum tempo para a normalização do abastecimento de combustíveis no Distrito Federal.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: