Brasil vai exportar embriões bovinos in vivo e in vitro para o Equador

 

bovinos 14 6 mapa
Foto: Ricardo Paino Beltrame/Embrapa

O Equador vai importar do Brasil embriões bovinos in vivo (desenvolvidos no ventre da mãe) e in vitro (em laboratório). O comunicado foi feito pelo serviço sanitário daquele país – Agencia Ecuatoriana de Aseguramiento de la Calidad del Agro – Agrocalidad/Equador – ao Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A exportação de embriões bovinos in vitro é relativamente uma novidade no Brasil, tendo iniciado em agosto de 2016. Antes dessa data, não havia acordo sanitário para viabilizar esse comércio, que envolve produto de alto valor agregado pela tecnologia empregada. Atualmente, o Brasil vende embriões ao Paraguai, à Bolívia, ao Uruguai, à Argentina e à Colômbia.

O mercado equatoriano é um dos maiores importadores de sêmen bovino do Brasil, destinando o material para o melhoramento dos rebanhos de corte e leiteiro. Com o acordo, produtores do Equador terão acesso a mais um tipo de material de multiplicação animal.

Há expectativa é que os equatorianos importem grande volume de embriões bovinos produzidos nas centrais de coleta e processamento de material genético bovino registradas no Mapa.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: