RS: Marcha da Integração terá largada em Aceguá, com recorde de animais

 

Marcha - Crédito Fagner Almeida ABCCC Divulgação (1)
Foto: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

A largada da edição de 2018 da Marcha da Integração, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), ocorrerá no próximo sábado (30). Neste ano, a modalidade – considerada um dos pilares de seleção da raça, juntamente com o Freio de Ouro e Morfologia –, será realizada em Aceguá (RS), com participação recorde de animais, chegando a 64 exemplares em competição.

Durante 15 dias, os conjuntos vão percorrer um total de 750 quilômetros, divididos em 15 etapas, apenas a base de pasto e água. Os animais participantes estão em concentração desde o último dia 30 de maio na Estância Santa Leontina, no município da Metade Sul do Rio Grande do Sul.

“Será a maior Marcha de todos os tempos, com 64 animais que estiveram na concentração. Inclusive, este ano, a nossa competição será maior que a prova oficial do Uruguai, onde é muito forte”, destaca o presidente da ABCCC, Eduardo Suñe, acrescentando que nove exemplares vieram do país vizinho para a Marcha da Integração.

Para o presidente, esta é a prova de que este é um dos pilares mais importantes da raça Crioula, no qual se avalia resistência, rusticidade e poder de recuperação. “Temos que agradecer a todos os proprietários que inscreveram seus animais e também parabenizar nossa comissão de Marcha, que vem fazendo um excelente trabalho. Os organizadores não mediram esforços para que Aceguá marcasse sua história em fazer a maior Marcha de todos os tempos”, observa Suñe.

A concentração tem por objetivo equiparar o preparo de cada animal e que todos tenham as mesmas condições na hora da largada. No percurso, eles são acompanhados por membros de uma comissão veterinária e supervisão técnica.

Inspirada nas lidas campeiras das estâncias, quando os cavalos trabalhavam até 15 dias consecutivos e percorriam, em média, 50 quilômetros diários, a Marcha da Resistência é uma prova que visa a avaliar a rusticidade, resistência e capacidade de recuperação do cavalo Crioulo. Criada em 1971, é a disputa funcional mais antiga da entidade.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: