Chineses da província de Shaanxi conhecem produção agropecuária de MT

chineses mt famato
Foto: Ascom/Famato

O Sistema Famato recebeu nesta segunda-feira (16/07) a visita da delegação econômica de Shaanxi, da região noroeste da China. O grupo, formado por 39 representantes empresariais e 15 de governo, incluindo pessoas da organização, tradução e mídia, chegou domingo (15) ao Brasil e veio direto para Mato Grosso. A missão oficial, resultado de acordos firmados anteriormente com o governo do estado,  assinou novos termos de cooperação com MT.

Os chineses demonstraram forte interesse na soja convencional produzida em Mato Grosso. Após a apresentação dos dados da agropecuária de Mato Grosso feita pelo superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca, o vice-diretor geral do departamento de comércio da província de Shaanxi, Li Shengrong, disse que tem interesse em futuras parcerias para a compra de soja convencional.

“Gostaria de fazer parceria e quem sabe no futuro chegarmos a um preço bastante razoável para comprar aqui do Brasil para que nossa economia e relação econômica possa desenvolver comercialmente. Acho que foi bastante proveitosa a nossa vinda em Mato Grosso. Nos preocupamos muito com produtos agrícolas e descobrimos que Mato Grosso é o principal produtor”, afirmou Li Shengrong.

Segundo o presidente honorário da Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico, Paul Liu, a soja convencional é um atrativo aos chineses e uma oportunidade para Mato Grosso ampliar a oferta do produto. “Aqui temos representantes de empresas que têm condições de investir no Brasil, investir em parcerias, melhoria da tecnologia, em desenvolvimento e, principalmente, desenvolver produtos de acordo com a necessidade do mercado chinês que ainda carece de alguns produtos brasileiros”.

Em relação à carne, toda a importação para a China é liberada e organizada pelo governo federal chinês. Atualmente, 12 países vendem carne para o país, entre os principais estão Estados Unidos, Brasil, Paraguai e Argentina.

A delegação foi recebida pelo diretor Administrativo e Financeiro da Famato, Vilmondes Tomain. O grupo assistiu duas apresentações sobre o agro em Mato Grosso, sendo uma pelo superintendente do Imea, Daniel Latorraca, e a outra pelo produtor Ricardo Arioli. Também participaram da reunião lideranças e representantes das entidades Acrismat, Aprosmat, Ampa, Aprosoja, Acirmat e Empaer.

Além da reunião com as principais entidades do setor agropecuário de Mato Grosso, a comitiva chinesa assinou três protocolos de intenções com o governo de Mato Grosso que podem beneficiar direta ou indiretamente o agro mato-grossense. Uma das parcerias é sobre planos para 2018-2019 entre o Escritório de Relações Internacionais da Província de Shaanxi e a Assessoria Internacional do governo de Mato Grosso. O segundo acordo é sobre a zona de livre comércio pelo comitê de administração Yangling, junto com a Sedec-MT. E o terceiro foi assinado com o Instituto Mato-grossense da Carne (Imac) e o Centro de Melhoramento de Carne Bovina da China (NDCIC).

Da redação, com Famato

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: