RS: Projeto Quintais Orgânicos amplia espécies e metas

quintais organicos
Iniciativa já beneficiou mais de 63 mil pessoas – Foto: Divulgação/Embrapa

O projeto Quintais Orgânicos garante a execução de suas atividades neste ano com participação da Philip Morris do Brasil como parceira. Com o apoio da empresa, o projeto vai aumentar o número de beneficiários, de municípios contemplados e de cultivares frutíferas plantadas. Além disso, o Quintais Orgânicos foi selecionado para ser parceiro efetivo do Banrisul em 2019. Nessa nova etapa, o conjunto de produtos orgânicos distribuídos também serão renovados, com a inclusão de outras espécies.

A iniciativa contribui para a segurança alimentar e sustentabilidade ambiental, econômica e social. Ela já alcançou 201 municípios, com mais de 2000 quintais distribuídos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Uruguai.  Até 2017, o projeto contemplou 63.845 beneficiários diretos, sendo 3.356 agricultores assentados, 7.292 agricultores familiares, 41.083 alunos, 2.641 indígenas, 894 quilombolas e 8.579 de instituições assistenciais.

Os Quintais Orgânicos foram desenvolvidos entre 2004 a 2016, através da parceria entre a UD e a Eletrobrás (CGTEE). Desde 2013, tem o apoio da FINEP por ter sido agraciado com o prêmio de Inovação na categoria tecnologia social (Região Sul e Nacional) e, a partir de dezembro de 2017, passou a contar com o apoio financeiro da Philip Morris do Brasil.

A Embrapa Clima Temperado, a Emater/RS, a Associação Gaúcha Pró Escolas Famílias Agrícolas (Agefa), secretarias municipais de Agricultura, ONGs e universidades, entre outros, também fazem parte do projeto.

O objetivo da nova parceria do projeto, com a  Phillip Morris do Brasil, é implantar mais quintais orgânicos. “Já foram implantados 53 quintais e acreditamos superar os 60 quintais ainda neste ano”, informou o coordenador do projeto, engenheiro agrônomo Fernando Costa Gomes. Segundo ele, a meta foi cumprida com a entrega de 10 Quintais para familiares dos alunos da Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol), no RS.

Para compor cada quintal são selecionadas cinco plantas frutíferas provenientes de 19 espécies, em função das suas características nutritivas e funcionais. Em 2018 foram incluídas cultivares de feijão, milho, batata-doce e a forrageira BRS Kurumi. Além disso foram agregadas 10 espécies de plantas medicinais, totalizando um conjunto de 35 produtos.

Além de contribuir para a segurança alimentar, o projeto melhora a qualidade de vida de famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. A iniciativa também privilegia técnica e conceitualmente os princípios da produção de base ecológica e aborda questões culturais, étnicas, ambientais e medicinais das cultivares implantadas nos quintais. Cada Quintal Orgânico de Frutas constitui uma unidade demonstrativa ou de transferência de tecnologia dos produtos, processos e serviços gerados pela Embrapa.

Da Embrapa Clima Temperado

AGROEMDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: agroemdia@gmail.com - (61) 992446832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: