Guatemala abre mercado à genética bovina brasileira

guatemala presidente
Presidente Morales (C) destaca importância do acordo para a pecuária do país – Gov. Guatemala

A genética bovina brasileira conquistou mais um mercado. A Guatemala oficializou, nesta terça-feira (9), o protocolo que autoriza a compra de material genético e embriões bovinos do Brasil. Com isso, as centrais brasileiras de produção sêmen e embriões poderão exportar imediatamente para aquele país, uma vez que já há demanda. Conforme o setor privado, o país da América Central tem grande potencial de importação desses produtos.

O acordo foi anunciado pelo presidente da Guatemala, Jimmy Morales, em cerimônia que contou com a participação do ministro da Agricultura, Pecuária e Alimentação, Mario Méndez Montenegro, e do embaixador do Brasil no país, Joao Luiz Pereira Pinto.

O protocolo é resultado de negociação concluída durante a 84ª Expozebu, em maio deste ano, em Uberaba (MG). No evento, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) promoveu, com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Apex-Brasil, a Rodada de Negociações de Protocolos Sanitários.

Oito países – entre os quais a Guatemala – participaram das negociações, resultando em 12 protocolos. “Com todos eles, acertamos protocolos para exportação de material genético”, disse ao AGROemDIA a gerente de Relações Internacionais da ABCZ, Icce Garbellini. O acordo com a Guatemala foi tratado com o vice-ministro da Agricultura, Pecuária e Alimentação, Lienciado Byron Acevedo.

guatemala acordo
Acordo reforça reconhecimento internacional à genética brasileira – Gov. Guatemala

América Central

“A oficialização do protocolo é muito importante para o Brasil. Além do potencial do mercado da Guatemala, é mais um passo para que a gente possa atender à América do Central, uma região tropical. E a nossa genética já é adaptada ao clima tropical”, ressaltou Icce Garbellini. Uma das negociações em andamento é com a Nicarágua.

De acordo com ela, as centrais brasileiras de produção de sêmen e embriões já têm pedidos de importadores guatemaltecas para atender e os embarques devem começar logo.

A gerente de Relações Internacionais da ABCZ também destacou o apoio da Mapa, por meio do Departamento de Saúde Animal (DSA), para a abertura de novos mercados à genética brasileiro. “O trabalho desenvolvido pelo Mapa tem permitido abrir muitos mercados”, enfatizou.

Em nota divulgada em seu site, o governo da Guatemala pontuou que o acordo de cooperação com o Brasil representa um grande passo para modernizar o setor pecuário. “Isso não só abrirá portas para os mercados internacionais, aumentando a produtividade dos pecuaristas, mas também beneficiará os pequenos e médios produtores que fazem cruzamentos para que o gado se adapte às diferentes condições climáticas da Guatemala.”

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: