Cuba atrasa pagamentos a frigoríficos brasileiros

frigorífico aves ro
Frigoríficos brasileiros buscam solução para falta de pagamento dos  cubanos – Gov.RO

Empresas brasileiras da área de alimentação não descartam suspender as exportações para Cuba, caso o país não regularize os pagamentos com o Banco do Brasil, que estão atrasados há quatro meses e somam US$ 28 milhões, o equivalente a R$ 106 milhões.

Segundo o jornal Valor, oito indústrias de carne de frango, ovos e derivados intensificaram as cobranças e acionaram o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes. No grupo dos que estão sem receber, há desde empresas de pequeno porte até gigantes como a BRF.

Em médio, acrescenta o Valor, o atraso nos pagamentos é de 90 dias, mas há empresas que estão há 120 dias sem receber, com passivos que variam de US$ 1,5 milhão a até US$ 8 milhões por companhia.

Ainda conforme o Valor, essas transações fazem parte do programa Proex, do governo federal, que financia exportações de companhias brasileiras para diversos países. As vendas são feitas pelos exportadores brasileiros, que posteriormente teriam que receber por meio do Banco do Brasil. O BB funciona como repassador dos pagamentos feitos por importadores cubanos.

Leia aqui a íntegra da matéria no Valor.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta