Oferta e preços menores preocupam cadeia produtiva da mandioca

mandioca 7 1 19
Apesar do cenário de incertezas, produtores voltaram a investir na cultura – Embrapa

O ano de 2019 deve ser de incertezas quanto à quantidade ofertada de mandioca, visto que, em 2018, produtores optaram pela colheita de lavouras de um ciclo, segundo pesquisadores do Cepea. Assim, são poucas as lavouras de dois ciclos para este ano. Muitos produtores voltaram a investir na cultura em 2018.

Apesar de as cotações de raiz de mandioca terem cedido mais de 50% no ano passado, elas ainda eram atrativas. Desta maneira, de acordo com informações do Cepea, para 2019 é esperada elevação na área, que deve ser de lavoura de um ciclo, já que muitos mandiocultores intensificaram a colheita de raízes mais novas em 2018.

Com isso, a decisão da colheita vai depender dos patamares de preços. Segundo colaboradores do Cepea, em caso de cotações abaixo das atuais (na casa de R$ 0,60 por grama de amido), produtores devem optar pela poda e pela colheita no final de 2019 ou mesmo no início de 2020. Porém, se os preços estiverem superiores a R$ 0,75/grama, podem ser considerados atrativos.

 Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: