Tecno Safra Nortão mostra tecnologias para produtores do norte de MT

tecno safrao norte
Evento em Matupá avalia tendências do setor para os próximos anos – Famato/Divulgação

A primeira edição da Tecno Safra Nortão 2019, promovida pelo Sindicato Rural de Matupá nesta quinta (17) e sexta-feira (18), reuniu produtores rurais, lideranças, técnicos, pesquisadores e estudantes para debater sobre as tendências do agro nos aspectos econômico e tecnológico. Uma estrutura para demonstração de máquinas, equipamentos e variedades de soja foi montada no parque de exposições do município.

Mais de 12 empresas de insumos agrícolas, máquinas, nutrição animal e construtora expuseram seus produtos para os participantes que vieram do Vale do Peixoto, região que abrange os municípios de Matupá, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Novo Mundo, Terra Nova do Norte, Nova Guarita e parte de Marcelândia.

Segundo o presidente do sindicato e diretor da Famato, José Luiz Fidelis, o objetivo foi levar conhecimento para todos, não apenas produtores rurais, mas profissionais da área também. “Eventos como este são tendência em nosso estado. Nossa região é mais distante, temos variedades de soja e milho que para nós são diferenciadas. Por isso, fizemos um evento mais regionalizado para que todos tenham acesso às informações sobre as tendências tecnológicas para o setor”, afirmou Fidelis.

Entre os assuntos abordados estavam os avanços no controle biológico de pragas. O tema foi apresentado pelo pesquisador Ivan Cruz, da Embrapa Milho e Sorgo, que também falou sobre a aplicação de defensivos agrícolas por meio de drones.

“O mundo está procurando alternativas tecnológicas para o controle de pragas. Nós trabalhamos há muitos anos com controle biológico. Mostramos aqui os avanços tanto com insetos benéficos, como microrganismos e fungos. A agricultura hoje está muito voltada para controle de pragas com produtos químicos. Mas sabemos que com o passar do tempo isso traz desequilíbrio e faz com que muitas pagas que não eram importantes tornam-se importantes”, explicou o pesquisador.

Também foram palestrantes do evento o gestor técnico do Imea, Cleiton Gauer, que apresentou o cenário econômico para a agricultura e a pecuária no Brasil e no mundo; João Augusto Pascoalino , do Comitê Executivo Soja Brasil – CESC, falou sobre como construir um ambiente de alta produtividade na lavoura; Renato Dib, da Universidade Estadual de Goiás, abordou nutrição e manejo pecuária corte e leite; Carlos Eduardo Carvalho, da Petrus Consultoria, fez uma exposição sobre como ter lucro na propriedade leiteira; e Armando Urenha, do Senar-MT, analisou o projeto Senar Tec Leite.

O jornalista José Luiz Tejon, mestre em Educação Arte e História da Cultura pelo Mackenzie, doutor em Educação pela UDE/Uruguai, fez a palestra magna, no fechamento do evento.  Ele falou sobre o “Agronegócio e Agro Sociedade – Educação e Superação”.

Participaram da abertura do evento o diretor da Famato, Vilmondes Tomain, o diretor regional da Acrimat, Agenor Vieira de Andrade Neto, o diretor executivo do EQPS Leite, Clóvis Fortes, o vice-presidente da região norte pela Aprosoja, Zilton Donadelo, e a presidente da Câmara de Vereadores do município, Vania Gonçalves de Oliveira.

A feira técnica teve o apoio da Famato, Senar-MT, Acrimat, EQPS Leite, Aprosoja-MT e Aprosmat.

Da Famato

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: