Exportações de carne bovina caem 12% em janeiro, diz Abrafrigo

contentores2_porto_paranagua_credito_appa-carne bovina
Redução das compras chinesas se reflete nas exportações brasileiras de carne – APPA/Divulgação

A redução das compras da China, via Hong Kong, tiveram impacto nas exportações brasileiras totais de carne bovina (in natura e processada) neste início de ano. No mês passado, os embarques desaceleraram e ficaram próximas ao número de janeiro de 2018.

No total, o Brasil exportou neste ano 123.472 toneladas contra 123.712 no mesmo mês de 2018. Já as receitas caíram de US$ 517,6, em 2018, para US$ 457,3, em 2019, ou seja: redução de 12%.

Os números foram divulgados nesta segunda-feira (11) pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), com base em dados da Secex/Decex, do Ministério da Economia.

Apesar da retração em janeiro, a Abrafrigo prevê alta de cerca de 5% nas exportações totais de carne bovina neste ano, em relação a 2018. No total, 60 países aumentaram as importações no mês passado, e 50 diminuíram.

China

A China continua sendo o maior cliente do produto brasileiro, absorvendo 41,4% do volume exportado, mas em janeiro Hong Kong reduziu suas importações em 27% — de 37.706 toneladas em 2018 para 27.594 toneladas em 2019. Já o continente aumentou seus negócios em 3,3% – de 22.788 toneladas para 23.540 toneladas.

O Egito foi o segundo maior comprador, com 14.151 toneladas contra 12.814 toneladas em 2018 (+10%), e o Chile, o terceiro, com 6.568 toneladas (-6,4%).

Em janeiro, a Rússia retomou as compras de carne bovina brasileira. Embora ainda tenham sido modestas em relação as mais de 150 mil t que o país adquiriu em 2017, as exportações alcançaram 3.105 t contra uma movimentação praticamente inexistente em 2018.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: