Anater e Emater-DF promovem curso fortalecer a agricultura familiar

Curso Emater-DF Foto Jerusia Arruda
Extensionistas fazem curso para apoiar agricultura familiar do DF – Jerusia Aruda/Anater 

Extensionistas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) estão participando de curso de qualificação para prestar assistência técnica a empreendimentos da agricultura familiar do DF e da Região Integrada de Desenvolvimento (Ride).

O curso começou nessa segunda (8) e vai até sexta-feira (12), em Brasília, e conta com a participação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), parceira da Emater-DF por meio do Programa Ater Mais Gestão, que está ofertando qualificação técnica para 15 empreendimentos do DF.

O presidente substituto da Anater, José Maria Pimenta Lima, destaca que o Programa Mais Gestão é realizado em todas as regiões do país, com objetivo de fortalecer o processo de gestão das organizações de agricultores familiares.

“No Distrito Federal, a meta do programa é promover a capacitação técnica e organização social e gerencial dos empreendimentos para o acesso aos mercados institucionais. Esse processo também inclui a capacitação dos técnicos que vão levar a campo a assistência aos produtores”, diz Pimenta Lima.

O diretor-executivo da Emater-DF, Antônio Dantas, o Distrito Federal tem mais de 18 mil agricultores familiares e cerca de 150 empreendimentos, entre cooperativas e associações. Os 15 empreendimentos que participam do Mais Gestão no DF contam com cerca de 1400 agricultores familiares associados.

“A parceria com a Anater chegou no momento certo porque, no DF, serão disponibilizados cerca de R$ 19 milhões para o Programa Nacional de Alimentação Escolar [Pnae] e essas organizações precisam executar corretamente essa política pública para cumprir gerar renda ao agricultor e oferecer alimentos de qualidade à população escolar”, ressalta Dantas.

Dantas considera o programa uma conquista dos agricultores e dos extensionistas. “Um dos princípios da Política Nacional de Ater [Pnater] é o fortalecimento das organizações sociais. O Mais Gestão é uma ferramenta espetacular para se cumprir esse princípio e está propiciando às Emateres essa condição.”

De acordo com Dantas, a meta da Emater-DF é ampliar o programa. “Para isso, estamos capacitando os extensionistas que vão atuar diretamente com as organizações, a fim de que possam oferecer um assessoramento adequado, garantindo o sucesso do programa.”

Cooperativas

O presidente do Sistema OCDF Sescoop-DF, Remy Gorga Neto, diz que os empreendimentos cooperativos são fundamentais para que o produtor rural, principalmente o da agricultura familiar, tenha êxito em sua atividade.

“Esse modelo de organização econômica, que é a cooperativa, deve que ser uma extensão da atividade do produtor, ou seja, ter a responsabilidade de buscar agregar mais valor ao produto e, dessa forma, viabilizar a atividade produtiva”, enfatiza.

“No processo de cooperação, o pequeno produtor pode ter mais resultado. A soma de esforços das entidades, como está acontecendo no DF, cada uma atuando dentro da sua expertise, está possibilitando que os empreendimentos possam produzir com qualidade. Sem parceria seria muito difícil chegar a esses resultados”, avalia Gorga Neto.

Mais Gestão

O Programa Ater Mais Gestão é uma estratégia do governo federal baseado nos princípios, objetivos e diretrizes da Pnater, visando a promover a melhoria dos processos internos de gestão que envolvam planejamento, execução de metas, controles, monitoramento e avaliação, necessários a qualquer empreendimento. A meta é tornar as organizações mais eficientes e participantes nos mercados disponíveis, como o institucional.

A Anater é parceira do governo federal para efetivar as ações do programa, cuja meta para este ano é atender 1.222 empreendimentos de todo país. Para participar, os empreendimentos devem ser compostos por agricultores familiares, ter DAP jurídica e, no mínimo, 20 associados.

Da redação, com Anater

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: