Minas projeta aumento de 67,3% na safra de algodão

 

algodao plantacao minas amipa divulgacao
Área plantada de algodão no estado saltou de 25,23 mil ha para 42,8 mil ha – Divulgação

A safra de algodão em Minas Gerais deve chegar a 73,2 mil toneladas de algodão em pluma neste ano, aumento de 67,3% em relação à safra anterior, de 43,7 mil toneladas, segundo estimativa da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa). Se o volume for confirmado, o estado passará de quinto para terceiro lugar entre os maiores produtores brasileiros do setor.

A colheita de algodão já começou no norte de Minas, onde predomina a agricultura familiar. Nas demais regiões, a previsão é que inicie a partir de junho.

O bom momento do algodão mineiro está relacionado ao apoio que a Amipa presta tanto aos agricultores já consolidados quanto aos novos que desejam iniciar na atividade, de acordo com o diretor executivo da entidade, Lício Pena.

“A Amipa adotou uma série de medidas de uns anos para cá para estimular a cotonicultura no estado”, diz Pena. “Entre elas, o incentivo a investimentos em algodoeiras em regiões propensas ao cultivo de algodão para gerar emprego e renda e a identificação de produtores que têm condições de assimilar a tecnologia de produção do algodão e entrar para atividade.”

Ele destaca ainda o apoio do governo do estado por meio do Proalminas, programa de incentivo à cultura do algodão que há mais de 15 anos garante benefícios para o setor, como a redução do ICMS para indústrias têxteis e prêmio nos preços do produto.

Outro exemplo de incentivo da Amipa é o “Projeto de Retomada do Algodão no Norte de Minas”, desenvolvido desde 2007. “Estamos falando do semiárido mineiro, onde predomina a agricultura familiar. Com esse apoio, melhoramos e conquistamos a subsistência de muitas famílias por meio do cultivo do algodão”, destaca o coordenador do projeto, José Tibúrcio de Carvalho Filho.

“No começo, eram seis produtores envolvidos com algodão e hoje são 128. A produção, que não passava de 30 arrobas por hectare, com o apoio da Amipa já chegou a 230 arrobas por hectare”, lembra Tibúrcio. O próximo passo, acrescenta, é reduzir o cultivo de algodão sequeiro e investir mais em algodão irrigado, com máxima assistência da associação.

O resultado do trabalho da Amipa é visto no campo. Além da previsão de aumento 67,3% na produção do algodão no estado, a área cultivada saltou de 25,23 mil ha para 42,8 mil ha, aumento de 69,6%. A produtividade está acima da média nacional, com 285 sacas/ha.

Com esses números, Minas pode assumir o terceiro lugar no ranking brasileiro dos estados produtores de algodão, ficando atrás apenas de Mato Grosso e Bahia.

Assembleia amipa
Cotonicultores mineiros conhecem projetos da Amipa para 2019 e 2020 – Divulgação

Assembleia

Diante desse cenário positivo para o algodão mineiro, a Amipa realizou nessa quinta-feira (25), em sua filial de Uberlândia, a sua Assembleia Geral Ordinária anual, com a participação de cerca de 50 associados.

Em pauta, assuntos gerais, como projetos a serem submetidos ao Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) em 2019 e no 1º trimestre de 2020; ampliação da Biofábrica (fábrica de Produtos Biológicos); possibilidade de construção de nova sede administrativa em Patos de Minas; definição da cota do Proalminas para o período abril/2019 a março/2020; realização de convênios de cooperação com Embrapa Algodão e Embrapa Negócios e projetos direcionados à região norte de Minas como a irrigação de salvamento.

Também foram apresentados e discutidos o Plano Orçamentário de Aplicação do Fundo de Desenvolvimento da Cotonicultura no Estado de Minas Gerais (Algominas) 2019 e a prestação de contas do exercício 2018, que foi aprovada por unanimidade e sem ressalvas.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: