Opinião: O agro atravessa a porteira em defesa das reformas

gil reis print youtube
Gil Reis: Sem a aprovação das mudanças, continuaremos à beira da falência  Reprodução/Youtube

Gil Reis*

Nesta quinta-feira (16), o agro mostrará, mais uma vez, que um dos seus não foge à luta. E lutamos agora é para tirar a economia do país da estagnação e voltar a crescer com geração de emprego e renda, além de atrair investimentos para que possamos melhorar nossa infraestrutura rodoviária, ferroviária e portuária, a fim de podermos escoar a pleno a produção e sermos mais competitivos. Essa luta passa, necessariamente, pela aprovação das reformas da Previdência e tributária e do pacote anticrime, sem o que continuaremos à beira da falência.

Ainda durante o governo de transição, quando o presidente Jair Bolsonaro montava sua equipe ministerial e preparava as primeiras ações de sua gestão, o agro percebeu que as reformas da Previdência e tributária e o combate ao crime, do tráfico de armas e drogas aos grandes esquemas de corrupção, eram fundamentais para o Brasil voltar a trilhar o caminho do crescimento.

Não por acaso, portanto, o Movimento Brasil Verde e Amarelo lançou, há cerca de dois meses, a proposta de promover um ato, neste 16 de maio, na AgroBrasília, para manifestar apoio incondicional às reformas. Com isso, também estamos dando um exemplo de brasilidade a todo país. Este é o momento em que o produtor rural atravessa a porteira para defender o Brasil.

Fomos o primeiro setor a apoiar espontaneamente a eleição de Bolsonaro e, logo em seguida, seu governo. Agora, voltamos às ruas, também de forma voluntária, para defender o que consideramos justo e certo para o Brasil: uma nova Previdência, um novo sistema tributário e uma legislação que possa enfrentar o crime de forma efetiva.

Vamos em frente. Afinal, o produtor é a base da cadeia da vida, porque sem alimentos não há vida. E hoje, para o país respirar, precisamos fazer as reformas necessárias.

*Consultor agropecuário   

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: