Cepea muda metodologia de cálculo dos Indicadores do Suíno Vivo

suinos-embrapa-Lucas Cardoso.jpg8
Foto: Lucas Cardoso/Embrapa

A partir de 1º de agosto de 2019, os Indicadores do Suíno Vivo Cepea/Esalq terão como base os valores recebidos por produtores independentes, informa o Cepea, em nota divulgada nesta quinta-feira (18). “Dessa forma, em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, os preços recebidos pelos produtores integrados deixam de ser incluídos no cálculo dos Indicadores.”

Além disso, acrescenta o Cepea, os negócios a prazo passarão a ser convertidos para à vista com base na Taxa CDI (até o final de julho de 2019, a taxa de desconto utilizada é a NPR).

“Quanto à ponderação dos Indicadores, na metodologia a ser adotada a partir de 1º de agosto de 2019, o peso de cada uma das regiões para o cálculo das médias estaduais será variável, de acordo com o rebanho de suínos dos municípios que constam na amostra do dia (até o encerramento de julho de 2019, a ponderação é fixa e tem como base o rebanho de todos os municípios que formam cada uma das regiões)”, enfatiza o Cepea.

O centro de estudos econômicos da Esalq/USP ressalta ainda que as informações quanto ao rebanho de suínos dos municípios são provenientes da Pesquisa Pecuária Municipal, do IBGE.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: