CNA: Alimentos ajudam a segurar a inflação pelo 3º mês consecutivo

tomate 10 4 19 leandro lobo embrapa
Preço do tomate teve queda de 11,28% no mês passado – Leandro Lobo/Embrapa

Pelo terceiro mês consecutivo, os preços dos alimentos contribuíram para segurar a inflação, segundo comunicado técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que analisou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho, divulgado nesta quinta (8) pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o IBGE, os preços dos alimentos consumidos no domicílio tiveram, em julho/2019, recuo de 0,06%, enquanto a alimentação fora teve alta de 0,15%, o que levou o grupo Alimentação e Bebidas a fechar o mês com preços praticamente estáveis (0,01%).

“Os dados do IPCA de julho, divulgados pelo IBGE, e a nova estimativa da Conab de recorde na safra de grãos reforçam a enorme contribuição do setor agropecuário para a estabilidade macroeconômica no Brasil”, enfatiza o assessor técnico da CNA, Paulo André Camuri.

“Além de garantir divisas estrangeiras essenciais para a estabilidade da taxa de câmbio, gerar emprego e renda, o agro garante aos brasileiros acesso a alimentos a preços estáveis”, completa.

Os alimentos que mais caíram de preço em julho foram o tomate (-11,28%), o feijão carioca (-8,86%), o repolho (-6,63%), a alface (-6%), batata inglesa (-3,68%) e leite longa vida (-0,75%).

O IPCA geral divulgado pelo IBGE fechou julho com alta de 0,19%, a menor taxa para o mês verificada desde 2014.

Da CNA

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: