Prêmio e valores externos da soja recuam, mas dólar impulsiona cotações no Brasil

soja agencia de noticias do parana cortada 17 6 19.jpg
Foto: Gov. PR

Os preços da soja em grão subiram no Brasil nos últimos dias, influenciados pela valorização do dólar. O movimento de alta das cotações domésticas, no entanto, foi limitado pela redução dos prêmios de exportação e pela queda dos futuros negociados na CME Group (Bolsa de Chicago). Segundo colaboradores do Cepea, esse cenário, inclusive, ampliou a disparidade entre os pedidos de compradores e as ofertas de vendedores.

Mesmo com a alta do dólar, vendedores brasileiros estão retraídos dos negócios envolvendo grandes lotes, atentos à quebra da safra norte-americana. Além disso, produtores nacionais preferem guardar o remanescente da safra 2018/19 para comercializar nos próximos meses, à espera de preços maiores no período inicial de semeio de soja no Brasil.

Entre 23 e 30 de agosto, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá registrou alta de 1,2%, a R$ 88,52/saca de 60 kg na sexta-feira (30). O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná avançou 1,6%, a R$ 82,26/sc de 60 kg. Entre julho e agosto, os Indicadores registraram significativas altas de 14,5% e de 13,7%, respectivamente.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: