Preço da carne em alta: Ministra procura tranquilizar os consumidores

tereza cristina camara da carne bocina carlos Silva mapa
Foto: Carlos Silva/Mapa

Com o preço da carne bovina em alta no mercado interno, a ministra Tereza Cristina procurou acalmar os brasileiros nesta terça-feira 3: “Quero tranquilizar todos vocês [consumidores]. Tivemos uma conjuntura momentânea de seca, falta de pasto e abertura de mercados, mas agora o preço da carne deve se estabilizar. O Ministério da Agricultura não influencia. Isso é mercado. Estamos acompanhando de perto o que está acontecendo.”

Na última sexta-feira, em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul – terra da ministra – teve estabelecimento vendo o quilo da picanha a mais de R$ 71. Em outras cidades, os preços dos cortes da carne bovina também dispararam, mas não no ritmo observado no mercado sul-mato-grossense.

A ministra enviou a mensagem aos consumidores na abertura da Câmara Setorial da Carne Bovina, no Mapa, em Brasília. Ela destacou ainda que o setor passa por um momento de transição, que está sendo monitorado pelo Mapa, e que o mercado já sinaliza uma redução no preço da arroba do boi. Tereza Cristina ressaltou que o preço da carne, elevado por diversos fatores, deve se normalizar em breve para o consumidor.

Tereza Cristina também garantiu que não há risco de falta de proteína animal no país, já que somente 25% da produção são destinados à exportação. “Posso garantir a vocês não haverá falta de proteína, carne de bovinos, aves e suínos. Vamos aguardar esse momento. Podem ter certeza que vamos continuar a ter o melhor produto nas nossas mesas, nos nossos supermercados. E ainda podemos mandar para o resto do mundo.”

Na reunião da câmara setorial, a ministra ressaltou que o setor tem grandes oportunidades para ampliar os negócios. “Uma oportunidade enorme para que se torne ainda maior. Isso vai depender muito dos nossos diálogos, da transversalidade entre todos que compõem esta câmara para que a gente dê segurança aos consumidores”.

Instalada desde 2003, a câmara setorial é formada por integrantes de 42 instituições. Entre os temas da reunião, estavam a inspeção de produtos de origem animal por consórcios públicos, medicamentos veterinários e o calendário do colegiado para 2020. O colegiado é presidido pelo veterinário Sebastião Guedes, vice-presidente do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC).

Especialistas do mercado de proteína animal confirmam a tendência de estabilização das cotações da carne bovina apontada pela ministra. No entanto, não acreditam que venha ocorrer recuo nos preços da carne ao consumidor.

Da redação, com informações do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: