Preço da carne suína in natura exportada sobe 48% nos primeiros 14 dias úteis de junho

suinos nelson morés 25 4 19
Foto: Nélson Mores/Embrapa

A firme demanda externa pela carne suína brasileira tem elevado os preços da proteína exportada. De acordo com dados da Secex, nos 14 primeiros dias úteis deste mês, a carne suína in natura foi vendida ao mercado internacional a US$ 3.353,55/tonelada, alta de 48% em relação à média de maio e de fortes 72% frente à de junho/18. Trata-se, ainda, do maior patamar desde novembro/14.

Segundo colaboradores do Cepea, a atratividade das vendas ao front externo tem elevado o ritmo de abates nas plantas habilitadas para o atendimento do mercado externo. Segundo dados do IBGE, divulgados em 13 de junho, o peso total das carcaças abatidas aumentou 3,9% no primeiro trimestre deste ano frente ao mesmo período do ano passado. O ritmo aquecido da atividade na indústria frigorífica, por sua vez, tem impulsionado o preço do animal vivo.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta