China elabora plano de ação de três anos para restaurar produção de suínos

suinos-embrapa-Lucas Cardoso.jpg8

Foto: Lucas Scherer/Embrapa

Da Xinhua

A China lançou um plano de ação de três anos para restaurar a produção de porcos, em uma tentativa de estabilizar o fornecimento da carne mais consumida no país.

Serão tomadas medidas para garantir que o rebanho suíno do país se recupere até o final deste ano, disse o Ministério da Agricultura e dos Assuntos Rurais em um comunicado, acrescentando que a capacidade de produção de porcos deve ser restaurada para os níveis normais em 2021.

O plano especifica 18 tarefas-chave, incluindo a implementação de subsídios para fazendas de procriação em grande escala e o aumento de apoio fiscal, financeiro e de terras para impulsionar a produção de porcos.

Em três anos, o país acrescentará 120 fazendas-piloto de suínos com operações padronizadas, que podem servir como exemplos para promover a padronização do setor, de acordo com o plano.

O país também revisará a lista de áreas que restringem a produção de porcos, retirando as restrições irracionais, segundo o comunicado.

O plano também especifica medidas de controle de doenças e tratamento de resíduos animais, bem como os meios de equilibrar o fornecimento de porcos entre todas as regiões.

Afetados pela peste suína africana e fatores cíclicos, os preços da carne suína têm subido este ano, com a oferta aquém da demanda.

Nas últimas semanas, a tendência diminuiu depois que o país elaborou medidas múltiplas para estabilizar a produção de porcos.

De 25 a 29 de novembro, o índice de preços médios da carne suína em 16 regiões de nível provincial monitoradas pelo ministério caiu 3,5% na base semanal, a terceira semana consecutiva em que o índice recuou desde o início de novembro.

 

País terá 120 fazendas-piloto de suínos com operações padronizadas, que podem servir como exemplos para promover a padronização do setor

Da Xinhua

A China lançou um plano de ação de três anos para restaurar a produção de porcos, em uma tentativa de estabilizar o fornecimento da carne mais consumida no país.

Serão tomadas medidas para garantir que o rebanho suíno do país se recupere até o final deste ano, disse o Ministério da Agricultura e dos Assuntos Rurais em um comunicado, acrescentando que a capacidade de produção de porcos deve ser restaurada para os níveis normais em 2021.

O plano especifica 18 tarefas-chave, incluindo a implementação de subsídios para fazendas de procriação em grande escala e o aumento de apoio fiscal, financeiro e de terras para impulsionar a produção de porcos.

Em três anos, o país acrescentará 120 fazendas-piloto de suínos com operações padronizadas, que podem servir como exemplos para promover a padronização do setor, de acordo com o plano.

O país também revisará a lista de áreas que restringem a produção de porcos, retirando as restrições irracionais, segundo o comunicado.

O plano também especifica medidas de controle de doenças e tratamento de resíduos animais, bem como os meios de equilibrar o fornecimento de porcos entre todas as regiões.

Afetados pela peste suína africana e fatores cíclicos, os preços da carne suína têm subido este ano, com a oferta aquém da demanda.

Nas últimas semanas, a tendência diminuiu depois que o país elaborou medidas múltiplas para estabilizar a produção de porcos.

De 25 a 29 de novembro, o índice de preços médios da carne suína em 16 regiões de nível provincial monitoradas pelo ministério caiu 3,5% na base semanal, a terceira semana consecutiva em que o índice recuou desde o início de novembro.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta